Rally Serras de Fafe – SuperEspecial de Fafe | Pedro Antunes / Paulo Lopes entram ao ataque na PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2022

Começou, esta noite no centro de Fafe, a Temporada 5 da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2022, com a realização da SuperEspecial de Fafe, um troço espetáculo desenhado no centro da cidade que dá parte do longo nome do primeiro rali do ano, o Rally Serras de Fafe – Felgueiras – Cabreira e Boticas.

 

O mais rápido a cumprir os seus parcos 1,43 km em asfalto foi o regressado Pedro Antunes, ‘Campeão’ da copa 2020 e que, desta feita se apresenta com Paulo Lopes como navegador, dupla que bateu os restantes 14 PEUGEOT 208 Rally4 que completaram o traçado urbano.

 

É, por isso, deles a liderança muito provisória de um rali que amanhã (sábado) terá mais 8 Especiais já em pisos de terra, o principal terreno deste rali, num total de 109,40 km cronometrados. Atrás deles, ficaram os estreantes Luis Morais / Helena Maia e os habitués Óscar Palomo / ‘Xavi’ Moreno, a 2,6 e a 2,7 segundos respetivamente.

 

 

A ementa do jantar desta sexta-feira (11 de março) era por demais apelativa para os amantes dos ralis: nada menos do que um troço espetáculo desenhado no centro de Fafe, cidade ícone dos ralis em Portugal, marcando o arranque simultâneo do Nacional e Europeu de Ralis 2022 e, em complemento, da Temporada 5 da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA.

 

Entre os pretendentes à vitória nesta primeira prova da copa coorganizada pela PEUGEOT Portugal e PEUGEOT Espanha, com o suporte logístico da Sports & You, contavam-se 15 equipas, aos comandos de outros tantos PEUGEOT 208 Rally4, duplas não só oriundas dos dois lados da fronteira ibérica, mas também integrando um representante do Uruguai (nos pilotos) e outro argentino (nos co-pilotos), numa clara internacionalização da contenda pelo título de 2022. Outra particularidade é o facto de haver duas representantes femininas no grupo dos navegadores, uma portuguesa e uma espanhola.

 

Encetando uma saudável batalha contra o cronómetro entre pilotos mais experientes e outros novos valores da disciplina, que a copa pretende servir de catapulta para as suas carreiras nos ralis, destacou-se uma das duplas mais experientes, com Pedro Antunes / Paulo Lopes à cabeça do pelotão, eles que conseguiram marcar uma muito ligeira a diferença e, com isso, surgir no topo da tabela de tempos desta SuperEspecial #1, assumindo-se como líderes provisórios da prova desenhada pela Demoporto.

 

Aos comandos do seu 208 Rally4 #66, bateram por 2,6 magros segundos os surpreendentes Luis Morais / Helena Mais – uma das duplas estreantes em 2022 – e por 1 décimo de segundo mais os espanhóis Óscar Palomo / ‘Xavi’ Moreno, ocupantes do 3º lugar provisório à geral da copa.

 

Outras lutas se começaram a desenhar atrás deles mas tendo em conta que as SuperEspeciais, nomeadamente as de características citadinas, não são vistas como lugares de grandes ataques, já que qualquer percalço pode ter consequências negativas, deitando a perder longas horas de trabalho – alguns pilotos optaram por cuidados redobrados, pelo que as diferenças entre as 14 equipas que completaram o troço foram, por vezes, algo espaçadas. Se o fosso entre os 5 primeiros foi, nesta SS1, inferior a 5 segundos e o top-10 cabe em 9 segundos, é superior a 15 segundos os diferenciais dos restantes para com o líder.

 

Findo este aperitivo inicial da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2022, no âmbito deste Rally Serras de Fafe-Felgueiras-Cabreira e Boticas, o escalonamento para amanhã, segundo e último dia desta jornada inicial da copa ibérica, apresenta-se assim:

 

PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA – CLASSIFICAÇÃO GERAL (APÓS SS1)*

 

1º Pedro Antunes / Paulo Lopes, 1m38,2s

2º Luis Morais / Helena Maia, a 2,6s

3º Óscar Palomo (1º Junior) / Javier ‘Xavi’ Moreno, a 2,7s

4º José Loureiro / Valter Cardoso, a 2,9s

5º lago Gabeiras (2º Júnior) / ‘Jandrin’, a 4,5s

6º Ernesto Cunha / Rui Raimundo, a 5,8s; 7º Andres Marieyhara / Aridai Bonilla, a 5,9s; 8º Diego Ruiloba (3º Junior) / Andrés Blanco, a 6,7s; 9º Roger Aymerich (4º Junior) / Ferran Aymerich, a 7,5s; 10º Delbin García (5º Junior) / Diego Cruz, a 9,0s; 11º Ricardo Sousa / Luis Marques, a 16,7s; 12º Luis Martinez / Juan Varela, a 17,6s; 13º Roberto Blach (6º Junior) / Mauro Barreiro, a 23,7s; 14º Paulo Roque / Tiago Teixeira, a 34,8s.

 

Não Classificado: Alberto San Segundo / Eva Navas (não completou o troço; irá tentar regressar amanhã em Rally2/SuperRally)

 

Abandono: Santiago Garcia (Junior) / Nestor Casal (não alinhou à partida do rali)

 

Todos em PEUGEOT 208 Rally4

 

* Classificação provisória até à publicação dos resultados oficiais pela organização da prova.

 

 

 

 

RALLY DE FAFE 2022 – OS HORÁRIOS DE SÁBADO**

 

Amanhã (sábado) corre-se o segundo dia deste Rally Serras de Fafe que, em termos da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA, terá mais 8 Especiais, todas em terra, 109,40 km cronometrados que completam a jornada da copa ibérica, num conjunto de quatro icónicos troços em terra da região, que se repetem de manhã e logo após a hora de almoço.

 

Saindo do Parque Fechado a partir das 07h20 da manhã de sábado, as equipas rumam às Especiais de Boticas 1 (15,05 km; 09h00), Cabeceiras de Basto 1 (10,84 km; às 10h17), Vieira do Minho 1 (16,93 km; às 11h20) e Luílhas 1 (11,86 km; às 12h20). Segue-se um refuel, um Reagrupamento (12h59/13h14) e uma visita ao Parque de Assistência (13h21/13h51, na Praça das Comunidades), para depois se repetir a mesma sequência de troços: Boticas 2 (15h09), Cabeceiras de Basto 2 (16h26), Vieira do Minho 2 (17h29), terminando em Luílhas 2 (18h29), troço que servirá de Power Stage, solução à imagem do CPR e do WRC, atribuindo pontos adicionais aos mais rápidos, uma das novidades do Regulamento Desportivo da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2022. Findo o rali, os concorrentes entram em Parque Fechado (19h08/19h18) e fazem um Flexi-Service (19h25/20h10), rumando, depois à Praça Mártires do Facismo (Feira Velha) para a Cerimónia de pódio (20h25).

 

Estando inscritas na prova internacional, as equipas que o entenderem poderão continuar no rali no domingo, para a 2ª e última Etapa, lutando pela melhor posição no evento pontuável para o FIA ERC- É objetivo de alguns pilotos da copa, mas sem que os eventuais resultados que venham a alcançar influenciem as suas pontuações.

 

Coorganizada pela PEUGEOT Portugal e pela PEUGEOT Espanha e com a gestão logística a cargo da Sports & You, a PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2022 tem a Pirelli como parceira e os apoios da Vodafone, RACC e ACP.

 

** Nota: horas referenciais para o primeiro carro na estrada.

 

INFORMAÇÕES E FOTOS:

– em https://www.peugeotrallycupiberica.com/

– no Facebook https://www.facebook.com/peugeotrallycupiberica/

– Imagens da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA para imprensa (livres de direitos editoriais) em https://aifa.smugmug.com/Motorsport/PEUGEOT-Rally-Cup

 

CONTACTOS:

PEUGEOT PORTUGAL – Jorge Magalhães |  jorge.magalhaes@stellantis.com | + 351 96 986 16 80

SPORTS & YOU – José Pedro Fontes | jpfontes@sportsandyou.pt | + 351 91 762 55 88

GOOD NEWS – Tito Morão | tmorao@goodnews.pt | + 351 91 840 00 01

José Pinheiro | jlpinheiro@goodnews.pt | +