Catorze 208 Rally4 em confronto na segunda jornada da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2022

Depois de um Rally Serras de Fafe repleto de emoção, onde Óscar Palomo / ‘Xavi’ Moreno conseguiram a vitória na jornada inaugural da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2022, a Temporada 5 prossegue este fim de semana na região de Viseu, com o Rali de Mortágua, que se espera igualmente competitivo.

 

Serão, neste segundo rali em pisos de terra da época, 14 as duplas que se perfilam para lutar pela vitória, com as batalhas a fazerem-se na dupla ronda por 4 troços – Super-Especial (2,20 km), Mortágua (7,75 km), Laceiras 13,08 km) e Aguieira (19,09 km) – num percurso cronometrado de 84,24 quilómetros.

 

Na prova organizada pelo Clube Automóvel do Centro (CAC) estarão, não só os vencedores da jornada de Fafe, como todos os seus principais adversários candidatos aos títulos de 2022. Além da Copa, os competitivos PEUGEOT 208 Rally4 poderão ter também uma palavra a dizer em termos de classificação geral do rali, pois o grosso do pelotão presente é constituído por viaturas de 2 Rodas Motrizes.

 

Suportando a transição energética da marca PEUGEOT e sublinhando o seu compromisso para com o desporto automóvel, esta segunda prova da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2022, iniciativa coorganizada pela PEUGEOT Portugal e PEUGEOT Espanha, com o apoio da Sports & You, irá contar com um e-208 100% elétrico como “Carro de Segurança”, em apoio à organização, abrindo os troços antes da passagem dos concorrentes.

 

 

ÓSCAR PALOMO APOSTADO EM ALCANÇAR A SEGUNDA VITÓRIA DO ANO

 

Andres Marieyhara, Delbín Garcia, Diego Ruiloba, Ernesto Cunha, Gonçalo Fernandes, lago Gabeiras, José Loureiro, Luis Morais, Paulo Roque, Pedro Antunes, Ricardo Sousa, Roberto Blach e Santiago Garcia. São estes os pilotos que pretendem alcançar em Mortágua o que Óscar Palomo conseguiu em Fafe: a vitória entre os concorrentes da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA.

 

Aos comandos dos competitivos PEUGEOT 208 Rally4, todos têm pela frente um rali muito exigente, em pisos de terra, apostando não só nas suas próprias competências ao volante, como também nas características de robustez e fiabilidade demonstradas pela proposta desenvolvida pela PEUGEOT Sport para as múltiplas copas que se correm um pouco por todo o mundo com este modelo.

 

Vários exemplares defrontam-se, com regularidade, em Portugal e Espanha, nos seis ralis que compõem a competição coorganizada pela PEUGEOT Portugal e pela PEUGEOT Espanha, com o apoio logístico da estrutura da Sports & You. Neste fim de semana que se aproxima estarão, assim, 14 deles a lutar pela vitória em Mortágua, contando a bordo com um grupo muito heterogéneo de pilotos e navegadores, entre nomes de créditos firmados e jovens esperanças dos ralis, de ambos os lados da fronteira, mas também do Uruguai, nacionalidade de um dos condutores.

 

Todos estarão em luta, não só pelos prémios monetários e em material que voltam a estar em jogo nesta prova, mas tendo o foco principal no Grande Prémio Final, a atribuir no final da Temporada 5 da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA, nada menos do que uma temporada em 2023 aos comandos de uma viatura da Stellantis Motorsport, divisão de competição do grupo industrial automóvel, num dos campeonatos de Portugal ou de Espanha.

 

OITO TROÇOS E 84,24 QUILÓMETROS CRONOMETRADOS

 

Para isso irá contribuir o número de pontos que vierem a somar neste Rali de Mortágua, prova que se corre entre o final da manhã e a noite desta sexta-feira e grande parte do dia de sábado (29 e 30 de abril), rali de percurso compacto (162,79 quilómetros), sendo a doer os 84,24 quilómetros cronometrados, correspondentes à dupla ronda pelos troços de Mortágua (7,75 km), Laceiras 13,08 km) e Aguieira (19,09 km), todos no sábado, a que se junta uma Super-Especial (2,20 km), também percorrida por duas vezes, na noite do primeiro dia.

 

Destacando-se por ser uma das três jornadas portuguesas da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2022 (as restantes três correr-se-ão em Espanha), bem como por ser apenas pontuável para o Campeonato de Portugal de Ralis – 2RM, a prova do Clube Automóvel do Centro (CAC) poderá, assim, permitir que os 208 Rally4 assumam posições bastante significativas dentro do top-10 final, quiçá podendo até discutir um lugar no pódio do rali à geral.

 

Acrescente-se que a prova tem início e termina na frente à Câmara Municipal de Mortágua, tendo o seu centro nevrálgico no Centro Educativo e o Parque de Assistência na Expo. Antes da saída para a estrada do rali, cumprem-se, ao fim da manhã de sexta-feira, num troço na região de Gândara, os treinos livres, o Qualifying que definirá a ordem de saída para a estrada e o Shakedown.

 

 

 

 

RALI DE MORTÁGUA 2022 – LISTA DE INSCRITOS

PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2022

 

Piloto Nacionalidade Navegador Nacionalidade
4 Diego Ruiloba Espanha Andrés Blanco Espanha
5 Óscar Palomo Espanha Javier ‘Xavi’ Moreno Espanha
6 Andres Marieyhara Uruguai Ariday Bonilla Espanha
8 Ernesto Cunha Portugal Rui Raimundo Portugal
9 Santiago Garcia Espanha Nestor Casal Espanha
10 Delbín Garcia Espanha Diego Cruz Espanha
11 Ricardo Sousa Portugal Luis Marques Portugal
12 lago Gabeiras Espanha Alejandro ‘Jandrin’ López Espanha
15 Roberto Blach Espanha Mauro Barreiro Espanha
16 José Loureiro Portugal Valter Cardoso Portugal
17 Pedro Antunes Portugal Paulo Lopes Portugal
23 Gonçalo Fernandes Portugal Jorge Henriques Portugal
28 Luis Morais Portugal Helena Maia Portugal
44 Paulo Roque Portugal Tiago Teixeira Portugal

 

 

Acrescente-se que a organização da copa fará alinhar um PEUGEOT e-208 100% elétrico como “Carro de Segurança” (“Carro 00”), em apoio à respetiva organização, conduzido por José Pedro Fontes, piloto da Stellantis Motorsport e promotor desta copa ibérica. Sublinha-se assim a transição energética abraçada pela marca PEUGEOT, da qual já é um ator de referência em Portugal.

 

 

ÓSCAR PALOMO E ‘XAVI’ MORENO, OS PRIMEIROS LÍDERES DA COPA

 

Com apenas uma jornada (de um total de seis) corrida em 2022, as pontuações da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2022 estão assim distribuídas: vitoriosos em Fafe, Óscar Palomo e ‘Xavi’ Moreno (25 pontos) surgem no topo dos rankings de Pilotos e Navegadores, tendo atrás de si Ernesto Cunha / Rui Raimundo (20 pontos) e Ricardo Sousa / Luis Marques (17 pontos). No que se refere às Equipas, a que saiu de Fafe mais pontuada foi a Mavisa (33 pontos).

 

Recorde-se que, de acordo com o Regulamento Desportivo, uma vitória vale 25 pontos, um segundo lugar 20 e um terceiro 17, distribuindo-se, depois, uma sequência de 14-12-10-8-6-4-2 pontos aos restantes integrantes do top-10. Acrescenta-se a isto uma potencial pontuação de 3-2-1 pontos às três duplas que conseguirem os três melhores tempos na última Especial do rali, a chamada Power Stage, que no caso será a segunda passagem pelos 19,09 quilómetros de Aguieira. Em Fafe não se distribuiu esta pontuação pois o último troço foi neutralizado para os pilotos da copa.

 

 

O PEUGEOT 208 RALLY4 EM RESUMO

 

Estreado competitivamente em solo de Portugal em 2020, o PEUGEOT 208 Rally4 é a máquina por excelência da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2022, viatura de competição com assinatura da PEUGEOT Sport e da Stellantis Motorsport.

 

Desenvolvido com base no PEUGEOT 208 de série, o 208 Rally4 alicerça-se nos reconhecidos fatores que sublinham a excelência da marca – fiabilidade, qualidade, eficiência e, no caso dos ralis, combatividade – proposta que é atualmente recordista de vendas entre a oferta “Rally 4”.

 

Neste capítulo, destaque-se o facto de, recentemente, aquela divisão de motorsport ter anunciado a entrega da unidade nº 208 do 208 Rally4, num sucesso sem par a nível mundial em viaturas de copas monomarca.

 

Integra um motor 1.2 PureTech de 3 cilindros turbo comprimido adaptado para a competição, com um turbo maior, uma gestão eletrónica de competição Magneti Marelli, numa versão de ralis cuja potência se eleva aos 208 cv às 5.450 rpm, alcançando um binário de 290 Nm às 3.000 rpm.

 

Caixa sequencial de cinco velocidades SADEV, diferencial autoblocante mecânico, travões de disco ventilados à frente de 330 mm (asfalto) ou 283 mm (terra) e discos sólidos atrás (290 mm), suspensão ajustável em três níveis (com compressão/afastamento de alta e baixa velocidade), são outros elementos de um conjunto com um peso mínimo de 1.080 kg (1.250 kg com equipa).

 

 

TRÊS RALIS EM TERRA EM PORTUGAL, TRÊS EM ASFALTO EM ESPANHA

 

São seis os ralis que compõem o calendário da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2022, com três jornadas em Portugal, em pisos de terra, e outras tantas em Espanha, em asfalto, num alinhamento que inclui dois eventos pontuáveis para o Mundial de Ralis (WRC) e também um do Europeu (ERC) da disciplina.

 

CALENDÁRIO DA PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2022*

 

Datas Prova Piso País
11 e 12 março Rally Serras de Fafe e Felgueiras (1ª Etapa)** Terra Portugal
29 e 30 abril Rali de Mortágua Terra Portugal
19 a 21 maio Vodafone Rally de Portugal (1ª Etapa)** Terra Portugal
17 e 18 junho Rallye de Ourense Asfalto Espanha
23 e 24 setembro Rallye Villa de Llanes Asfalto Espanha
20 a 23 outubro RACC Catalunya/Rally de España (1ª Etapa)** Asfalto Espanha

* Provisório, dependente de eventuais condicionantes que possam afetar ambos os países, decorrentes da pandemia de COVID-19; ** Para efeitos de classificações e pontuações, apenas se consideram os resultados da 1ª Etapa.

 

Coorganizada pela PEUGEOT Portugal e pela PEUGEOT Espanha e com a gestão logística a cargo da Sports & You, a PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2022 volta a ter a Pirelli como parceira, no domínio do fornecimento e assistência em termos de pneus, entre outros apoios: Vodafone, RACC e ACP.

 

 

 

INFORMAÇÕES E FOTOS:

– em http://www.peugeotrallycupiberica.com/

– no Facebook https://www.facebook.com/peugeotrallycupiberica/

– Imagens da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA para imprensa (livres de direitos editoriais) em https://aifa.smugmug.com/Motorsport/PEUGEOT-Rally-Cup

 

 

CONTACTOS:

PEUGEOT PORTUGAL – Jorge Magalhães |  jorge.magalhaes@stellantis.com | + 351 96 986 16 80

SPORTS & YOU – José Pedro Fontes | jpfontes@sportsandyou.pt | + 351 91 762 55 88

GOOD NEWS – Tito Morão | tmorao@goodnews.pt | + 351 91 840 00 01

José Pinheiro | jlpinheiro@goodnews.pt | + 351 91 565