Daniel Berdomás e David Rivero reforçam título 
com uma 4ª vitória em 6 possíveis

PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019

Rally Comunidad de Madrid (RACE) –  2ª Etapa (Final)

Daniel Berdomás e David Rivero reforçam título
com uma 4ª vitória em 6 possíveis

Após uma luta cerrada pela vitória ao longo de todo o o Rally Comunidad de Madrid (RACE), Daniel Berdomás/David Rivero, os já “Campeões” da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019, bateram no derradeiro troço os portugueses Pedro Antunes/Paulo Lopes. Tudo se decidiu na última Especial desta 6ª prova da Temporada 2 da copa coorganizada pela Peugeot Portugal e Peugeot Espanha num rali em que os dois primeiros acabam separados por apenas 1,2 segundos.

Atrás deles perfilaram-se 9 outras duplas que, aos comandos dos competitivos Peugeot 208 R2, deram um colorido muito especial a esta prova, a última de 6 ralis corridos na Península Ibérica, 3 em Portugal e outros tantas em Espanha. Quem teve, também, razões para festejar foi Carlos Fernandes, que com o 3º lugar em Madrid garante o vice-campeonato de Pilotos, enquanto o co-piloto Darren Garrod confirma o lugar de delfim entre os Navegadores, posição que já havia alcançado no Rali RACC Catalunha.

Caiu, assim, o pano na PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019, uma inédita iniciativa criada há um ano e que tem servido para a promoção da disciplina dos ralis em solo ibérico, contribuindo para o aparecimento de novos valores, bem como para a confirmação da valência de outras formações já com créditos bem firmados, de ambos os países e além-fronteiras.

Venha agora a Temporada 3, num ano de 2020 que trará várias novidades…

Daniel Berdomás e David Rivera deram o seu golpe final na última Especial do Rally Comunidad de Madrid, impedindo que os portugueses Pedro Antunes/Paulo Lopes pudessem festejar uma vitória que lhes parecia (quase) entregue. Mas como nos ralis não existem “quases”, houve que esperar pelo derradeiro cronómetro, para se conhecer quem ocuparia o lugar mais alto do pódio final. Entregando-se a fundo na derradeira classificativa da prova, a dupla espanhola não só anulava os 6,3 segundos que tinha de atraso sobre os seus adversários lusos, como cifravam a diferença de tempos final em 1,2 segundos, garantindo, assim, uma vitória muito suada, mas saborosa.

Os já virtuais “Campeões” da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019 confirmaram e reforçaram esse estatuto com esta sua 4ª vitória no ano, em 6 possíveis, depois de vencerem os ralis Sierra Morena, Portugal, Terras d’Aboboreira e, agora este Comunidad de Madrid. Daniel Berdomás espelhava, assim, os sentimentos destes dois dias de rali e do conjunto da época: “Foi um rali fantástico, superpositivo, disputado ao décimo de segundo, com um ritmo muito elevado, face ao estado dos troços, e o facto de o termos ganho no final dá-nos uma enorme satisfação, pois reforça o título que conquistámos no RACC. Dedico mais esta vitória a – a 4ª em 2019, de 6 possíveis – à minha equipa e aos meus patrocinadores. Vamos agora festejar, esta vitória e os títulos”.

Quanto à desalentada dupla portuguesa, a quem o 1º lugar assentaria, também na perfeição, foi assim o comentário de Pedro Antunes: “Estamos satisfeitos com a nossa prestação num rali onde, enquanto teve verdadeiras especiais, demonstrámos o nosso andamento, registando 3 melhores tempos em 4 possíveis. Já aqui em Jarama, considerando que esta estrutura do RACE não se coaduna com a essência dos rali, no final não conseguimos segurar a vantagem. Ainda assim, foi igual para todos e venceu o que melhor soube lidar com esta realidade. Foi, ainda assim, um bom 2º lugar para uma época repleta de situações que nos foram menos favoráveis”.

O último lugar do pódio ficava para Carlos Fernandes/Valter Cardoso, eles que batiam por apenas 0,6 segundos os espanhóis Sergi Francolí/María Salvo, assegurando, com isso e em complemento, o estatuto de “Vice-Campeões”, batendo no processo Josep Bassas/Manuel Muñoz e Ruiari Bell/Darren Garrod, que terminariam o rali por esta ordem, com uma diferença de 1,8 segundos, nos 4º e 5º lugares.

CiRCUITO DEL JARAMA COMO PALCO DOS ÚLTIMOS CAPÍTULOS DE 2019

Circuito del Jarama 2 (19,16 km), 3 (19,22 km) e 4 (18,90 km). Foi esta a sequência de Especiais que esperava os Peugeot 208 R2 ainda em prova neste Rally Comunidad de Madrid (RACE). Compondo a 2ª Etapa, assumiu diferentes configurações face ao que se correu ontem (sexta-feira), fechando o primeiro dia competitivo do rali espanhol, último desta temporada da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019.

Dos 13 208 R2 que saíram esta manhã do Parque Fechado – os 11 que se haviam classificado na 1ª Etapa e mais 2 equipas regressadas em “Rally2” – o que mais rápido cumpriu as 5 voltas ao traçado da ES6, com chicanes artificiais e corrido em sentido inverso foi, tal como na véspera, o da dupla espanhola Sergí Francoli/María Salvo, desta feita batendo Josep Bassas/Manuel Muñoz pela margem mínima, de 1 décimo de segundo. Com estes resultados, ambos subiam uma posição na geral, para o 4º e 6 lugares da copa ibérica. Já as duas equipas que então lutavam pela vitória no rali, Pedro Antunes/Nuno Lopes (1º lugar) e Daniel Berdomás/David Rivero (2º), entregaram-se a nova luta sem quartel, fazendo exatamente o melhor crono – foram os 3ºs mais rápidos no troço – mantendo, por isso as suas posições relativas.

Seguiu-se nova passagem por esta improvisada classificativa, a ES7, percorrida no sentido normal mas com uma incursão por uma secção de terra. Os líderes da prova foram os mais rápidos, batendo os seus adversários locais por 9 décimos. Significava isto que o 208 R2 de Antunes/Lopes contava, à entrada para o último troço, uma margem de 6,3 segundos sobre a máquina de Berdomás/Rivero, aparentemente suficiente para colmatar qualquer percalço. Bassas/Muñoz foram os 3ºs mais rápidos, à frente de Francolí/Salvo, que se aproximavam bastante de um potencial 3º lugar, ainda ocupado por Carlos Fernandes/Valter Cardoso. Aqui registavam-se os abandonos de Domingos Estrada/Jesus Estrada e de Delbin Garcia/Cândido Carrera, respetivamente 5ºs e 9ºs classificados ao início da manhã.

E assim se chegava às últimas voltas ao Circuito del Jarama, no que foi o derradeiro troço cronometrado (ES8) do rali espanhol e da própria PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019. De novo feito no sentido inverso, com uma secção de terra e a transposição de um charco artificial, coube a Berdomás/Rivero desferir o golpe final, ganhando segundos suficientes que permitiram elevá-los uma vitória inteiramente merecida, tal como haveria de ter sido caso tivesse sido conquistada pelos seus adversários portugueses.

As restantes lutas opunham Fernandes/Cardoso e Francolí/Salvo, com a dupla espanhola a fazer melhor do que a portuguesa no troço, embora na ordem final se registem posições inversas; isto enquanto Bassas/Muñoz faziam bem melhor do que Bell/Garrod na última especial, ultrapassando-os em termos de geral.

PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019

Rally Comunidad de Madrid (RACE)

Classificação Geral (provisória)*

1º Daniel Berdomás / David Rivero, a 1h18m14,1s

2º Pedro Antunes / Paulo Lopes, a 1,2s (1º Junior Cup)

3º Carlos Fernandes / Vitor Cardoso, a 49,0s

5º Sergi Francolí / María Salvo, a 49,6s

6º Josep Bassas / Manuel Muñoz, a 1m04,3s

4º Ruairi Bell / Darren Garrod, a 1m06,1s

7º Óscar Palomo / Javier Martinez, a 4m14,5s

7º António Acosta / Victor Perez, a 4m38,0s (Melhor Rookie)

9º Imanol Mendiguchia / Lorenzo Fernandez, a 7m07,5s

Não Classificados:

Hugo Lopes / Nuno Mota Ribeiro (nota: Rally2, depois de ter desistido ontem na ES4) 

Santiago García/Nestor Casal (nota: Rally2, depois de ter desistido ontem na ES1)

Abandonos: Cristian Parrilla / Juan F. Seba (acidente na ES1), Domingos Estrada / Jesus Estrada (avaria na ES7) e Delbín García / Cândido Carrera (avaria na ES7);

Não alinhou: Ricardo Costa / Sérgio Rocha (faltou às verificações técnicas).

Nota: todos em Peugeot 208 R2

* Dependente da publicação das Classificações Oficiais por parte da organização.

VITÒRIA DE BERDOMÁS/RIVERA DÁ TITULO À TRS RALLY TEAM

Feitas as contas das diferentes categorias de que compõem a PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019, na Copa de Pilotos e com este resultado, o já inalcançável Daniel Berdomás passa a somar 119,37 pontos válidos (de um total acumulado de 129,37 pontos), confirmando assim o título de “Campeão” e o acesso ao correspondente Prémio Final, a participação, ao volante de um carro de ralis do Groupe PSA (Classe R5), num rali escolhido pela organização, entre os que, em 2020, irão compor o Campeonato de Portugal de Ralis ou o Campeonato de Espanha de Ralis de Asfalto.

Para o título de “Vice-Campeão” lutaram ainda, neste rali, 3 candidatos, sendo que após o mesmo e feita toda a contabilidade final, incluindo abdicar de uma pontuação – segundo o regulamento apenas contam as 5 melhores pontuações de um total de 6 ralis – seria Carlos Fernandes a alcançá-lo, com um total 81,67 pontos válidos, ele que não tinha qualquer resultado para descontar; Josep Bassas ficou com um acumulado (total e válidos) de 80,21 pontos e Ruiari Bell somou 73,0 pontos válidos (dos 75,0 acumulados). Pedro Antunes termina a temporada no 5º posto, com 54,32 pontos (total e válidos).

Também na Copa de Navegadores as primeiras posições estavam definidas, com David Rivera a totalizar 119,37 pontos válidos (de um total acumulado de 129,37 pontos), à frente de Darren Garrod, com 73,0 pontos válidos (dos 75,0 acumulados). Paulo Lopes subiu ao 3º lugar final da copa, com 51,82 pontos válidos, à frente de María Salvo (46,08 pontos) e Axel Coronado (39,71 pontos).

Na Copa de Equipas, troféu para que todas as equipas, entre as ainda candidatas ao título, se muniram de reforços adicionais para esta prova, a TRS Rally Team sagrou-se “Campeã”, com 128 pontos, ficando a 2ª posição para a Inside Motor, com 121 pontos, e a 3ª para a GC Motorsport, com um pecúlio de 102 pontos.

O troféu final da Junior Cup ficou para Josep Bassas e a Ladies Cup para a britânica Nabila Tejpar. As Tabelas de Pontuações completas serão disponibilizadas oportunamente.

Acrescente-se que a Cerimónia Oficial de Entrega de Prémios da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019 terá lugar esta noite, num hotel da cidade de Madrid, contando com a presença da grande maioria dos participantes – Pilotos, Navegadores, Responsáveis e demais elementos das Equipas – bem como de toda a estrutura organizativa desta inédita copa ibérica de ralis, a cargo da Peugeot Portugal e Peugeot Espanha e colocada no terreno, em termos logísticos, pela Sports & You, para além de representantes dos seus principais patrocinadores Huawei, Vodafone, Pirelli e Total.

INFORMAÇÕES E FOTOS:

– Informações adicionais em http://www.peugeotrallycupiberica.com/

– Siga-nos no Facebook, em https://www.facebook.com/peugeotrallycupiberica/

– Imagens da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA para imprensa (livres de direitos editoriais) em https://aifa.smugmug.com/Motorsport/Peugeot-Rally-Cup/Rally-Comunidad-de-Madrid-RACE-2019/

CONTACTOS:

PEUGEOT PORTUGAL – Jorge Magalhães: jorge.magalhaes@mpsa.com | + 351 96 986 16 80

SPORTS & YOU – José Pedro Fontes: jpfontes@sportsandyou.pt | + 351 91 762 55 88

GOOD NEWS – Tito Morão: tmorao@goodnews.pt | + 351 91 840 00 01

José Pinheiro: jpinheiro@goodnews.pt | + 351 91 565 32 73

Vitória de Ruairi Bell / Darren Garrod na festa do título de Daniel Berdomás / David Rivera

PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019
Rally RACC – Catalunya/Costa Daurada (Rally de España) – Final

Vitória de Ruairi Bell / Darren Garrod na festa do título de Daniel Berdomás / David Rivera

Prolongou-se mesmo até final a indefinição relativamente ao vencedor deste Rally RACC – Catalunya/Costa Daurada (Rally de España), 5ª prova da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019, jornada que veio, também, a consagrar os Campeões desta segunda edição da copa.
Depois de uma luta sem quartel pelo 1º lugar, os britânicos Ruairi Bell / Darren Garrod venceram este rali do WRC, estrando-se no lugar mais alto do pódio. No final, bateram por 29 segundos os locais Josep Bassas / Axel Coronado, defendendo estes um muito suado 2º lugar já em cima da meta, já que apenas 1 segundo os separou dos 3ºs classificados, os portugueses Carlos Fernandes / Nuno Mota Ribeiro.
Com maiores razões para festejar, Daniel Berdomás e David Rivero confirmaram a conquista virtual do título de Campeões da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019, com um 6º lugar à geral, posição suficiente para lhes dar os pontos necessários para abordarem, sem pressão, a última prova do ano, que decorrerá nas cercanias de Madrid, em finais de novembro.

A segunda e última secção competitiva deste Rally RACC – Catalunya Costa Daurada (Rally de España), prova pontuável para a PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA, iniciou-se em total indefinição para com o seu resultado final: Georg Linnamäe e Volodomyr Korsia partiam para os troços da tarde com uma vantagem mínima de 1,6 segundos face a Josep Bassas e Axel Coronado, eles que tinham Ruairi Bell e Darren Garrod a apenas 3 décimos de segundo atrás de si.

Esse era o top-3 a que também pretendiam subir Carlos Fernandes e Nuno Mota Ribeiro, apenas distando 10 segundos do 1º lugar. Quanto aos maiores pretendentes ao título, Daniel Berdomás e David Rivero eram, nesta altura, apenas 10ºs classificados, posição que não lhes garantia antecipadamente os títulos. Mas muito iria acontecer nesta secção da tarde, num rali que continuou a ter uma dose significativa de desenvolvimentos.

Seguindo o alinhamento inicial, os 7 km da ES4 (Gandesa) abria a contenda e, tal como havia acontecido de manhã, foram os portugueses Pedro Antunes e Mário Castro a registar o melhor tempo, até melhorando o crono que haviam feito na primeira passagem. Secundaram-nos aqui as duplas Sergi Francolí / Maria Salvo e Linnamäe / Korsia, conseguindo, estes últimos, ampliar a liderança do rali a quase 6 segundos, já que os espanhóis Bassas / Coronado não foram além do 5º melhor tempo.

A dupla portuguesa Antunes / Castro repetiria o feito nos 19 km da ES5 (Horta-Bot), um troço onde os britânicos Bell / Garrod assinavam a 2ª melhor marca e, melhor do que isso ascendiam ao 1º lugar, tornando-se, assim, nos quartos líderes diferentes desde que o rali se iniciou. Isto também porque os eslavos Linnamäe / Korsia sofriam uma saída de estrada. Já Berdomás / Rivera davam, pela primeira vez, um ar da sua graça, assinando o 3º melhor tempo.

Já em pleno final de tarde, as formações da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA faziam-se à estrada para os complicados 38,85 km da última especial da prova, o troço de La Fatarella-Villalba, que definiria o ranking final da prova espanhola do WRC para os pequenos Peugeot 208 R2. Na tentativa de alcançar um lugar no pódio, a dupla Fernandes / Ribeiro foi aqui a mais rápida, seguida de Bell / Garrod e de Berdomás / Rivero.

RUAIRI BELL E DARREN GARROD ESTREIAM-SE NO TOPO DO PÓDIO
No final desta 5ª e penúltima prova da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019 seriam, assim, Ruairi Bell e Darren Garrod quem subiria ao lugar mais alto do pódio de consagração em Salou, numa estreia na copa desta dupla britânica, que a disputa desde o ano passado. “Estou muito contente com esta minha primeira vitória na copa”, referiu o piloto, confidenciando que “o segredo deste resultado assenta, em grande parte, numa correta gestão do carro e dos pneus, em troços que estavam muito demolidores e que provocaram furos entre o plantel.”

A 29 segundos do vencedor ficaram os espanhóis Josep Bassas / Axel Coronado, que no final resumiram assim a prova: “Achei que dificilmente conseguiria bater o Dani na luta pelo título pelo que, embora inscrito na copa, concentrei-me em terminar o rali e somar o maior número de pontos. No final o 2º lugar até foi um bom resultado, mas revelou-se insuficiente para alcançar o título”, comentou no final.

Já os portugueses Carlos Fernandes / Nuno Mota Ribeiro viriam a alcançar o 3º lugar, objetivo a que se propuseram no início desta segunda ronda de troços, mas viriam a terminar a prova a apenas 1 segundo de Bassas. “Foi, de facto, por um segundo que não terminámos no 2º lugar, posição que até seria perfeitamente alcançável, pois até fui o mais rápido nesta ultima especial, mesmo tendo deixado o carro ir abaixo num gancho, ficando parado uns quantos segundos”, comentou o piloto.

O top-5 completou-se após as prestações de Ricardo Costa / Sérgio Rocha, eles que subiram ao 4º lugar no derradeiro troço, ultrapassando os espanhóis Delbin Garcia / Cândido Carrera e aproveitando o atraso irremediável de Pedro Antunes / Mário Castro, entretanto a braços com problemas de motor**.

DANIEL BERDOMÁS E DAVID RIVERO SÃO OS “CAMPEÕES” DE 2019
Apesar dos problemas no loop da manhã, os 10 pontos somados com o 6º lugar alcançado por Daniel Berdomás e David Rivero foram-lhes suficientes para saírem da Catalunha já virtualmente com os títulos de “Campeões” da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019. “É uma sensação fantástica e um sonho concretizado, depois de um rali que se mostrou muito difícil, fruto do que me sucedeu na ronda da manhã. Foi mesmo o meu pior rali da copa, com imensos problemas, mas no final tudo se compôs e alcançámos os nossos objetivos”, referiu Berdomás. “Este é um título que resultou de um conjunto de fatores que se conjugaram ao longo do ano e do empenho de toda a minha equipa, a quem dou os parabéns. Com este título poderei, também, disputar um rali com um R5 no próximo ano, mas eu quero mais do que só uma prova para poder evoluir na minha carreira nos ralis, sendo que estou a ver com o meu patrocinador a viabilidade desse novo objetivo”, acrescentou aquando da subida ao palanque final.

Feitas as contas das diferentes categorias de que compõem a PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019, na Copa de Pilotos, Daniel Berdomás soma 103,43 pontos, já não podendo ser apanhado pelos até aqui seus principais adversários ao título na jornada que falta para se completar a presente temporada, em Madrid, onde apenas estarão 30 pontos em discussão (nota: 25 referentes a uma vitória e mais 5 a dividir proporcionalmente aos vencedores das Especiais). Ali a discussão será pelo 2º lugar da copa, numa batalha a travar entre Josep Bassas (68,21 pontos), Ruairi Bell (65,00) e Carlos Fernandes (64,04).

Também nos Navegadores as primeiras posições ficam definidas, com David Rivera a totalizar 103,43 pontos, enquanto Darren Garrod soma 65 pontos. Na taça de Equipas, a Inside passa a contabilizar 104 pontos, tendo apenas 1 ponto de vantagem sobre a TRS Rally Team (103 pontos). A GC Motorsport mantém o 3º lugar, com 90 pontos.

A PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019, organização da Peugeot Portugal e Peugeot Espanha, com o patrocínio da Huawei, Vodafone, Pirelli e Total e o apoio logístico da Sports & You, completar-se-á com o Rallye Comunidad de Madrid, prova que decorrerá nos arredores da capital espanhola, entre os dias 23 e 24 de novembro

CLASSIFICAÇÃO GERAL (provisória)*
1º Ruairi Bell / Darren Garrod, 1h36m14,7s – nota: 1º Junior Cup
2º Josep Bassas / Axel Coronado, a 29,0s
3º Carlos Fernandes / Nuno Mota Ribeiro, a 30,0s
4º Ricardo Costa / Sérgio Rocha, a 1m23,4s
5º Delbin Garcia / Cândido Carrera, a 1m47,4s
6º Daniel Berdomás / David Rivero, 2m18,0s
7º Sergi Francolí / María Salvo, a 2m34,4s
8º José Luís Pelaez / Rudolfo del Barrio, a 3m22,7s
9º Paulo Moreira / Marco Macedo, a 8m05,9s
10º Miquel Labarias / Jordi Sanchez, a 9m48,3s
11º Pedro Antunes / Mário Castro, a 10m22,5s**; 12º Georg Linamäe / Volodomyr Korsia, a 13m01,8s***; 13º Nabila Tejpar / Hugo Magalhães, a 14m09,1s – nota: 1º Ladies Cup.
Abandonos: Ramon Cornet / Dani Noger (avaria após ES3); Georg Linamäe / Volodomyr Korsia (saída de estrada na ES5)**; Santiago García Paz / Néstor Casal (avaria na ES5); Pedro Antunes / Mário Castro (motor na ES6)**.
Todos em Peugeot 208 R2
* Dependente da publicação das Classificações Oficiais por parte da organização.
** Apesar de terem desistido, surgem nas Classificações Provisórias, após a ES6.

INFORMAÇÕES:
– Informações adicionais em http://www.peugeotrallycupiberica.com/
– Siga-nos no Facebook, em https://www.facebook.com/peugeotrallycupiberica/

FOTOS (para imprensa, livres de direitos editoriais):
– em https://aifa.smugmug.com/Motorsport/Peugeot-Rally-Cup

CONTACTOS:
PEUGEOT PORTUGAL – Jorge Magalhães: jorge.magalhaes@mpsa.com | + 351 96 986 16 80
SPORTS & YOU – José Pedro Fontes: jpfontes@sportsandyou.pt | + 351 91 762 55 88
GOOD NEWS – Tito Morão: tmorao@goodnews.pt | + 351 91 840 00 01
José Pinheiro: jpinheiro@goodnews.pt | + 351 91 565 32 73

Daniel Berdomás/David Rivero alcançam o terceiro triunfo consecutivo na copa

PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019

Rali Terras d’Aboboreira – 2ª Etapa (Final)

Já vitoriosos nos ralis Sierra Morena e de Portugal, Daniel Berdomás e David Rivero alcançaram, no presente Rali Terras d’Aboboreira, a sua terceira vitória consecutiva na PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019. Com este importante resultado, somado ao registo da maioria dos melhores tempos em troços, a dupla espanhola enfrentará os dois derradeiros confrontos do ano, ambos a realizar em Espanha, com um avanço substancial sobre os seus mais diretos adversários.

Nesta que foi a 4ª prova da presente temporada da copa coorganizada pela Peugeot Portugal e Peugeot Espanha, neste segundo e último dia tiveram de controlar o andamento das duplas Carlos Fernandes/Bruno Abreu e Ricardo Costa/Paulo Marques, ocupantes dos restantes degraus do pódio.

Demonstrando a robustez e fiabilidade dos Peugeot 208 R2 que servem de base à PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA colocada na estrada pela Sport & You, terminaram o rali todos os 12 carros que esta manhã iniciaram a 2ª Etapa do rali.

Posicionando-se como os mais rápidos em 5 das 8 Especiais efetivamente disputadas neste Rali Terras d’Aboboreira (a ES6 foi neutralizada e a ES10 foi anulada), Daniel Berdomás e David Rivero alcançaram a sua terceira vitória consecutiva na PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019. A dupla espanhola iniciou o dia com uma curta vantagem, mas souberam dilatá-la ao longo das primeiras classificativas, para que depois pudessem gerir o andamento nos troços da tarde.

“Estou naturalmente contente com esta 3ª vitória do ano, que me permitiu acumular uma pontuação que nos fará chegar ao Rally RACC Catalunya com uma margem significativa em termos de copa. Quanto ao dia de hoje, os troços estavam mais sujos nas segundas passagens, mas não houve nada de anormal a registar e conseguimos o 1º lugar,” referiu o piloto à chegada ao Parque de Assistência final, antes de rumar ao pódio de consagração, montado em Baião.

Lutando com eles ao longo de toda esta 2ª Etapa estiveram os Peugeot 208 R2 de Carlos Fernandes/Bruno Abreu (os mais rápidos em 3 troços) e de Ricardo Costa/Paulo Marques, que terminaram a prova a 11,6 e 31,0 segundos dos vencedores. “Num dia em que fizemos tudo para chegar à vitória, estou , ainda assim, contente pelo resultado conseguido e ainda mais com o facto de, aos 35 anos, ter conseguido ser o mais rápido em 3 troços, à frente destes jovens leões do troféu. Sobre o 208 R2, há ainda coisas a limar e a aprender, o que vamos tentar fazer em Espanha, para conseguir, finalmente, uma vitória,” referiu Carlos Fernandes, ocupante do 2º lugar no final. Já Ricardo Costa, aqui vencedor da Junior Cup, afirmava “estar feliz por este 3º lugar na nossa apenas terceira prova, onde adotámos um ritmo simultaneamente forte e controlado, para evitar surpresas de maior. Temos ainda muito a explorar e a aprender. Vamos tentar fazê-lo em Espanha, já que este resultado poderá abrir as portas a que os patrocinadores nos reforcem o apoio”.

Atrás deles ficaram os 208 R2 de Ruiari Bell/Darren Garrod, dos britânicos que se impuseram a um conjunto de quatro dupla espanholas – José Luís Pelaez/Rudolfo del Barrio, Óscar Palomo/Javier Martinez, que hoje recuperaram duas posições, Delbin Garcia/Cândido Carrera e Santiago García Paz/Néstor Casal – que encetaram animadas lutas entre si pelas melhores posições nesta 5ª prova de 2019 da copa ibérica.

Igualmente candidatos a um dos lugares do pódio, Hugo Lopes/Nuno Mota Ribeiro iniciaram a manhã de hoje no 2º lugar provisório, posição que perderiam depois de uma saída de estrada no primeiro troço da manhã. Caindo para a 12ª e última posição, encetaram, depois, a recuperação possível, vindo a fechar o top-10, logo atrás de Filipe Nogueira/João Vieira, depois de ultrapassarem Ricardo Sousa/Alexandre Rodrigues e de Paulo Moreira/Marco Macedo, duplas que fecham a tabela classificativa.

Em termos de pontuações, Daniel Berdomás somaram, assim, os 25 pontos da vitória e mais 2,5 pontos por registar os 5 melhores cronos nos troços, pelo que passam a somar 93,43 pontos. Seguem-se-lhe Josep Bassas (47,38 pontos), Carlos Fernandes (44,71), Daniel Nunes (44,09) e Ruiari Bell (40), a fechar o top-5 dos Pilotos; nos Navegadores David Rivero soma os mesmos 93,43 pontos do seu piloto, tendo atrás de si Darren Garrod (40 pontos) e Paulo Lopes (29,62).

PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019 – RALI TERRAS D’ABOBOREIRA

Classificação Final (provisória)

1º Daniel Berdomás / David Rivero, 52m52,6s

2º Carlos Fernandes / Bruno Abreu, a 11,6s

3º Ricardo Costa / Paulo Marques, a 31,0s – 1º da Junior Cup

4º Ruairi Bell / Darren Garrod, a 56,9s

5º José Luís Pelaez / Rudolfo del Barrio, a 1m13,2s

6º Óscar Palomo / Javier Martinez, a 1m14,6s

7º Delbin Garcia / Cândido Carrera, a 1m22,8s

8º Santiago García Paz / Néstor Casal, a 2m01,2s

9º Filipe Nogueira / João Vieira, a 2m08,4s

10º Hugo Lopes / Nuno Mota Ribeiro, a 2m20,7s

11º Ricardo Sousa / Alexandre Rodrigues, a 2m26,9s

12º Paulo Moreira / Marco Macedo, a 3m00,9s

Abandonos: Josep Bassas / Manuel Muñoz (acidente no Shakedown); Pedro Antunes / Paulo Lopes (voluntário antes do rali se iniciar, por motivos familiares).

Nota: todos em Peugeot 208 R2

Esta foi a última jornada da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA corrida em Portugal no presente ano, sendo que as duas últimas provas do ano correm-se em Espanha, nomeadamente o Rally RACC Catalunya/Rally de España (1ª Etapa, entre 24 e 25 outubro) e o Rally Comunidad de Madrid (23 e 24 novembro).

Organizada pela Peugeot Portugal e Peugeot Espanha, a PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA tem o patrocínio da Huawei, Vodafone, Pirelli e Total e o apoio logístico da Sports & You.

INFORMAÇÕES E FOTOS:

– Informações adicionais em http://www.peugeotrallycupiberica.com/

– Siga-nos no Facebook, em https://www.facebook.com/peugeotrallycupiberica/

– Imagens da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA para imprensa (livres de direitos editoriais) em https://aifa.smugmug.com/Motorsport/Peugeot-Rally-Cup

CONTACTOS:

PEUGEOT PORTUGAL – Jorge Magalhães: jorge.magalhaes@mpsa.com | + 351 96 986 16 80

SPORTS & YOU – José Pedro Fontes: jpfontes@sportsandyou.pt | + 351 91 762 55 88

GOOD NEWS – Tito Morão: tmorao@goodnews.pt | + 351 91 840 00 01

José Pinheiro: jpinheiro@goodnews.pt | + 351 91 565 32 73

Apresentação Terras D’Aboboreira – Peugeot Rally Cup Iberica

Os Peugeot 208 R2 voltam a rugir

em pisos de asfalto

Depois do longo interregno de verão, a PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019 regressa à estrada no Rali Terras d’Aboboreira, a 4ª prova da presente temporada e última realizada em solo português.

Presentes nesta jornada que se desenrolará no triângulo Amarante/Baião/Marco de Canaveses, nos próximos dias 6 e 7 de setembro, estarão quase todos os candidatos aos títulos de 2019, numa lista presentemente liderada por Daniel Berdomás entre os Pilotos, pelo seu navegador David Rivero na tabela de Navegadores, enquanto a Inside ocupa a 1ª posição provisória entre as equipas inscritas na copa.

Este próximo encontro decidir-se-á nos 104,3 km das 10 classificativas de asfalto que compõem a prova (370,94 km de percurso total), palcos onde 14 ‘Leões’ irão evoluir, tentando impor os competitivos e robustos 208 R2 que servem de base  à PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA, iniciativa conjunta da Peugeot Portugal e Peugeot Espanha.

Marco de Canaveses como centro nevrálgico, Baião como palco do troço espetáculo, o Rio Tâmega, em Amarante, paredes meias com uma especial, e a Serra do Marão a definir o resultado final, após 3 outros troços desenhados nesta triangulação. Resume-se, assim, em traços largos, o Rali Terras d’Aboboreira, a 4ª prova da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019.

As 14 equipas inscritas, aos comandos dos seus Peugeot 208 R2, terão pela frente 2 Etapas, compondo-se, no seu conjunto, por 1 Super Especial e 5 classificativas, 4 delas percorridas por duas vezes. Serão 104,3 km contra o cronómetro, num rali que tem um percurso total de pouco mais de 370 km.

“À semelhança do que sucedeu na primeira edição, no ano passado, o equilíbrio continua a ser uma das notas dominantes da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA, refere José Pedro Fontes, da Sports & You, entidade a quem cabe colocar no terreno esta iniciativa conjunta da Peugeot Portugal e Peugeot Espanha. “Tal é visível quer pela relativa proximidade das pontuações à data, quer pelas lutas diretas que se têm travado nos diferentes troços dos três ralis já disputados, algo que também se deve, em muito, à quase idêntica e excelente preparação dos Peugeot 208 R2 que servem de base a esta competição ibérica”.

“Contando com a presença de muitos dos candidatos aos títulos de 2019, este Rali Terras d’Aboboreira promete novas e intensas batalhas nos troços de asfalto desenhados na região do Tâmega e Sousa, deixando-se, mais tarde, para as classificativas em Espanha as decisões finais da segunda temporada desta inédita copa de ralis”, acrescentou. “Neste lote infelizmente não consta o Daniel Nunes, piloto que ainda está a recuperar do acidente de viação que sofreu no início da Agosto. Em meu nome, em nome da organização e de todos os envolvidos na PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA reforço o desejo de francas melhoras, para que rapidamente possamos voltar a contar com ele e com a sua garra nos ralis nacionais.”

QUEM DESTRONA A IMPARÁVEL DUPLA BERDOMÁS/RIVERO?

Voltando a haver um equilíbrio entre duplas portuguesas (7) e espanholas (6), estando inscrita uma equipa não ibérica nesta 4ª prova da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019, Daniel Berdomás e David Rivero apresentam-se decididos a manter a atual liderança e acrescentar o Rali Terras d’Abororeira ao seu pecúlio de 2 vitórias já registadas em 2019 (Sierra Morena e Rali de Portugal).

Entre os Pilotos, e somando, à entrada para esta prova, 65,93 pontos, Daniel Berdomás tem 18,55 pontos de vantagem sobre o seu compatriota Josep Bassas e 21,84 sobre o aqui ausente Daniel Nunes, aquele que é, à data o melhor representante luso. Seguem-se, a cerca de 15 pontos, Pedro Antunes, José María Reyes (que também não virá a esta prova) e Ruiari Bell, num grupo separado por pouco mais de 3 pontos. Já Carlos Fernandes aproveitará as ausências de Sergi Francoli, Georg Linnamae e Alberto Monarri (pilotos que atualmente fecham o top-10) para se afastar dos seus adversários.

Estão classificados mais 15 pilotos, estando, entre outros, Ricardo Sousa, Hugo Lopes e José Luís Pelaez à cabeça dos restantes para uma eventual subida no escalonamento.

Nos Navegadores, a vantagem do espanhol David Rivero para o português Paulo Lopes é bem mais dilatada, sendo de 36,31 pontos. Dos presentes nesta 4ª prova do ano, o britânico Darren Garrod e o espanhol Manuel Muñoz são quem mais poderá subir na classificação, aproveitando as ausências de Rui Raimundo, Diego Sanjuan, María Salvo, Volodymir Korsia, Valter Cardoso e de Axel Coronado, o atual 10º classificado. Estão classificados mais 17 nomes neste grupo. Numa lista muito dinâmica e cada vez mais diversificada, destaca-se a estreia na prova, nesta edição da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA, de 4 novos co-pilotos: os portugueses Bruno Abreu, Paulo Marques e João Vieira, mais o espanhol Candido Carrera.

Entre as Equipas, a Inside mantém-se líder da copa, somando 67 pontos, mas sem grande margem de manobra, já que a TRS Rally Team está somente a 3 pontos de distância. A GC Motorsport é 3ª, com 52 pontos. Estão, neste momento, classificadas 11 equipas.

Recorde-se que uma vitória vale 25 pontos, um 2º lugar 20 e um 3º 17, havendo ainda que contar com as restantes pontuações distribuídas pelo top-10 e o extra de 5 pontos a dividir pelas duplas que registarem os melhores tempos nos 10 troços do rali.

LISTA DE INSCRITOS DA PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA
Rally Terras d’Aboboreira 2019

Marco de Canaveses/Aboboreira/Baião, 6 e 7 de setembro de 2019

Piloto

País

Copa

Copiloto

País

Equipa

*

Daniel Berdomás

ESP

David Rivero

ESP

TRS Racing Team

*

Josep Bassas

ESP

Junior

Manuel Muñoz

ESP

GC Motorsport

*

Pedro Antunes

POR

Junior

Paulo Lopes

POR

The Racing Factory

*

Ruairi Bell

GBR

Junior

Darren Garrod

GBR

PT Racing

*

Carlos Fernandes

POR

Bruno Abreu

POR

Inside Motor

*

Ricardo Sousa

POR

Junior

Alexandre Rodrigues

POR

Prolama **

*

Hugo Lopes

POR

Junior

Nuno Mota Ribeiro

POR

AMSport

*

José Luis Peláez

ESP

Rodolfo del Barrio

ESP

GC Motorsport

*

Santiago García

ESP

Junior

Néstor Casal

ESP

Ares Racing **

*

Ricardo Costa

POR

Junior

Paulo Marques

POR

Macominho Sport

*

Oscar Palomo

ESP

Junior

Javier Martinez

ESP

Mavisa Sport

*

Filipe Nogueira

POR

João Vieira

POR

TRS Racing Team

*

Delbin García

ESP

Junior

Candido Carrera

ESP

Delbincar **

*

Paulo Moreira

POR

Marco Macedo

POR

Ares Racing

Notas: *) Os nºs de competição serão conhecidos quando a organização da prova publicar a Lista de Inscritos final; **) Equipas não inscritas na copa.

A ÚLTIMA JORNADA DA COPA EM PORTUGAL

Cumprida que está a primeira metade da temporada de 2019 da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA, que passou pelos troços de terra do Serras de Fafe, pelo asfalto da Sierra Morena e pelas demolidores classificativas de Arganil do Vodafone Rally de Portugal, a copa atinge a sua quarta jornada, de um total de seis, neste Rali Terras d’Aboboreira.

Organizada pelo Clube Automóvel de Amarante, esta jornada em asfalto integra 10 Especiais, que somam 104,3 km cronometrados, parte de um percurso total de 370,94 km. Dividido em 2 Etapas, o rali tem início em Marco de Canaveses pelas 15h00 de sexta-feira (6 setembro), dia em que os 208 R2 irão começar por bater-se na dupla passagem pelo troço Rio Tâmega (10,21 km), antes de rumarem à Super Especial de Baião (1,52 km). No sábado correm-se, em dupla ronda, os troços de Marco Rios de Emoção (10,95 km), Baião Vida Natural (10,36 km) e Carvalho de Rei (11,21 km), rematando-se a parte competitiva no troço de Marão (17,32 km). Restará, então, uma passagem pelo Parque de Assistência, no Largo da Feira de Marco de Canaveses, antes da consagração dos vencedores se fazer em Baião, no pódio montado na Av. 25 de Abril.

Acrescente-se que esta será a última prova corrida em solo luso no presente ano, seguindo-se o RACC / Catalunya – Rally de España (1ª Etapa), que marcará o cair do pano deste segundo ano da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA no Rallye Ciudad de Madrid, nos arredores da capital da vizinha Espanha.

PROGRAMA DO RALI TERRAS D’ABOBOREIRA

Nota: As horas são indicativas, para o primeiro carro a sair para a estrada

Sexta-feira, 6 de setembro

15h00/15h30 Entrada das viaturas em Parque de Pré-partida

Largo da Feira (Marco de Canaveses)

16h00 Cerimónia de Partida (Marco de Canaveses)

16h10/16h25 Parque de Assistência A – Largo da Feira (Marco de Canaveses)

16h40 SS1 Rio Tâmega 1 (10,21 km)

17h00/17h15 Reagrupamento (Amarante)

17h50 SS2 Rio Tâmega 2 (10,21 km)

19h10/tbc* Reagrupamento (Baião)

tbc* SS3 Super Especial Baião (1,52 km)

tbc* Parque de Assistência B – Largo da Feira (Marco de Canaveses)

tbc* Entrada em Parque Fechado (Marco de Canaveses)

*: a definir de acordo com o final da prova das equipas do Campeonato do Norte de Ralis

Sábado, 7 de setembro

09h40 Saída do Parque Fechado (Marco de Canaveses)

09h40/09h55 Parque de Assistência C – Largo da Feira (Marco de Canaveses)

10h05 SS4 Marco Rios de Emoção 1 (10,95 km)

10h50 SS5 Baião Vida Natural 1 (10,36 km)

11h45 SS6 Carvalho de Rei 1 (11,21 km)

12h25/12h40 Reagrupamento (Marco de Canaveses)

12h40/13h10 Parque de Assistência D – Largo da Feira (Marco de Canaveses)

13h20 SS7 Marco Rios de Emoção 2 (10,95 km)

14h05 SS8 Baião Vida Natural 2 (10,36 km)

15h00 SS9 Carvalho de Rei 2 (11,21 km)

15h40/16h10 Reagrupamento (Marco de Canaveses)

16h10/16h40 Parque de Assistência E – Largo da Feira (Marco de Canaveses)

17h35 SS10 Marão (17h32 km)

19h00/19h10 Parque de Assistência F – Largo da Feira (Marco de Canaveses)

19h40 Pódio em Baião (Av 25 de Abril)

Parque Fechado

Organizado pela Peugeot Portugal e Peugeot Espanha, a PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA tem o patrocínio da Huawei, Vodafone, Pirelli e Total e o apoio logístico da Sports & You.

INFORMAÇÕES E FOTOS:

– Informações adicionais em http://www.peugeotrallycupiberica.com/

– Siga-nos no Facebook, em https://www.facebook.com/peugeotrallycupiberica/

– Imagens da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA para imprensa (livres de direitos editoriais) em https://aifa.smugmug.com/Motorsport/Peugeot-Rally-Cup

CONTACTOS:

PEUGEOT PORTUGAL – Jorge Magalhães: jorge.magalhaes@mpsa.com | + 351 96 986 16 80

SPORTS & YOU – José Pedro Fontes: jpfontes@sportsandyou.pt | + 351 91 762 55 88

GOOD NEWS – Tito Morão: tmorao@goodnews.pt | + 351 91 840 00 01

José Pinheiro: jpinheiro@goodnews.pt | + 351 91 565 32 73

Daniel Berdomás e David Rivera garantem a segunda vitória do ano na ronda do WRC da copa ibérica

Numa prova muito disputada, corrida na 1ª Etapa do Vodafone Rally de Portugal, a primeira ronda do WRC da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019, apenas 4,1 segundos separaram os vencedores Daniel Berdomás / David Rivera, dos 2ºs classificados, Carlos Fernandes / Valter Cardoso.

Nesta 3ª jornada do ano da copa ibérica organizada pela Peugeot Portugal e pela Peugeot Espanha, com o apoio da Sports & You, subiu ao degrau mais baixo do pódio a dupla Josep Bassas / Axel Coronado, eles que, liderando a Junior Cup, a determinada altura, também apostavam em chegar ao 1º lugar. Aliás, prova do ímpeto e do equilíbrio entre as forças presentes, houve vários outros pretendentes à vitória, embora a dureza do percurso provocasse inúmeros furos, que os atrasaram, colocando-os longe desse objetivo.

Novamente demonstrativo da robustez dos 14 Peugeot 205 R2 que se apresentaram à partida, apenas se registaram 2 abandonos, no final das 5 Especiais efetivamente disputadas, das 7 inicialmente previstas num longo e duro programa, praticamente sem intervalos ou assistência.

Esta batalha ibérica coroou, pela 2ª vez este ano, Berdomás e Rivera, permitindo-lhes reforçar a sua liderança nos rankings de Pilotos e Navegadores da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019. A Inside mantém a liderança na Copa de Equipas, após um rali onde a britânica Nabila Tejpar, navegada por Darren Garrod, alcançou um lugar no limiar do top-10.

QUEM DE SETE TIRA DUAS…

Era um dia muito duro o que ontem (sexta-feira) aguardava os Leões da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019 no âmbito deste Vodafone Rally de Portugal, 3ª prova da presente temporada. Do programa faziam parte 7 Especiais, num total de 94,5 km cronometrados, embora durante o dia 2 delas fossem neutralizadas, ajudando a limitar, um pouco, as dificuldades infligidas a equipas e viaturas, face às características algo demolidoras dos troços desenhados na região de Arganil, zona que este ano regressou aos ralis nacionais e se estreou no percurso da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA.

Após um Shakedown, realizado na manhã de quinta-feira (30 maio), que começou por colocar fora de prova a dupla espanhola José Luís Pélaez / Rodolfo del Barrio, num acidente que, segundo os Comissários Técnicos, afetou a estrutura de segurança da viatura, seguiu-se, para os restantes 14 Peugeot 208 R2, o Cerimonial de Partida, num banho de multidão dado frente à Porta Férrea da Universidade de Coimbra.

No dia seguinte, as exigentes classificativas em terra de Lousã (12,25 km), Góis (18,78 km) e Arganil (14,44 km) aguardavam, em dupla passagem, os pretendentes à vitória, entre eles as duas duplas que ocuparam o 1º lugar nesta prova: Carlos Fernandes / Valter Cardoso, dupla lusa que liderou o rali até à ES 4, e Daniel Berdomás / David Rivero, os já líderes da copa no arranque desta jornada e, que, no final, garantiram a sua 2ª vitória do ano e o consequente reforço pontual sobre os adversários.

Mas houve outros 208 R2 a lutar pelos lugares da frente, como os de Josep Bassas / Axel Coronado, que, no final, viriam a ser os 3º classificados, chamando a si a vitória na Junior Cup, ou de Daniel Nunes / Rui Raimundo, que se viram afetados por um furo na ES 4 que os relegou desse objetivo, azar que também recaiu sobre Pedro Antunes / Alexandre Rodrigues (logo no 1º troço) ou Hugo Lopes/Nuno Ribeiro (também na ES 4).  Os britânicos Ruiari Bell / Darren Garrod também deram mostras de querer um lugar no top-3, mas ficaram no 4º posto, batendo os eslavos Georg Linnamae / Volodymyr Korsia. A também britânica Nabila Tejpar / Max Freeman levou consigo para casa novo troféu da Ladies Cup.

Delapidado das duas passagens pelo troço de Arganil, o rali terminaria, em termos de PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA, no troço espetáculo de Lousada (3,36 km), onde Bassas seria o mais rápido. Por falar em vencedores de troços, Berdomás venceu 2, Fernandes 1 e Nunes também 1, dividindo entre si os proporcionais dos 5 pontos atribuídos a quem alcance este feito (nota: descontando-se os proporcionais dos 2 troços neutralizados e não disputados pelos 208 R2 da copa).

 

A PALAVRA AOS VENCEDORES…

Daniel Berdomás: “É um ótimo resultado, alcançado num rali muito difícil, em que lidámos com um problema no coletor do escape, mas que depois se tornou um pouco mais fácil com as Especiais anuladas. Tal permite-nos alargar a vantagem sobre os nossos adversários e abordar as próximas provas com um pouco menos de pressão. Objetivos: os títulos, claro!”

Carlos Fernandes: “Perdemos a liderança na Lousã, num rali que foi muito difícil e em que se andou muito depressa, apesar da dureza dos troços. Vamos tentar a vitória no Terras d’Aboboreira, mas antes disso ainda quero vencer as 2 rodas motrizes neste Rali de Portugal, sendo que, para tal, nos vamos manter em prova com esse objetivo em mente.”

Josep Bassas: “Foi pena não termos conseguido lutar até ao final pela vitória, mas um tirante da suspensão danificado não nos permitiu fazer melhor. Um pódio é uma boa posição, que nos dá mais pontos e permite ainda pensar no título. Vamos tentar alcançar a vitória na Aboboreira e depois nos ralis em Espanha.”

Nabila Tejpar: “Tenho notado alguma evolução no meu andamento e nos meus tempos, mas mais do que ganhar a Ladies Cup, quero aproximar-me dos meus adversários e lutar diretamente com eles. Tenho aprendido muito e um exemplo é este Rali de Portugal, onde há um ano me estreei na copa da Peugeot e onde, apesar dos troços serem diferentes dos de há um ano, noto que há evoluções, nomeadamente em Lousada. Quero subir alguns lugares nas classificações finais. Entretanto, vou manter-me em prova até final deste rali.”

Com o resultado aqui obtido, Daniel Berdomás reforça a liderança no ranking dos Pilotos da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019, passando a somar 65,51 pontos, sendo agora seguido por Josep Bassas, com 47,78 pontos e por Daniel Nunes (44,09 pontos). Nos Navegadores, David Rivero também reforça a liderança para os 65,51 pontos, deixando à margem o ausente Paulo Lopes (29,62 pontos) e o seu compatriota Diego Sanjuán (26,42 pontos), que saiu em branco deste rali. Na classificação das Equipas, a Inside segura a liderança pela pontuação das 2 viaturas que inscreveu, passando a somar 67 pontos, frente aos 64 pontos do TRS Rally Team que assiste o líder da copa e dos 52 pontos da GC Motorsport.

A próxima prova da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019 – 4ª da temporada – será o Rallye Terras da Aboboreira, a correr-se no primeiro fim-de-semana de Setembro.

A PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA é uma organização da Peugeot Portugal e Peugeot Espanha, com o patrocínio da Huawei, Vodafone, Pirelli e Total e o apoio logístico da Sports & You.

 

PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019

VODAFONE RALLY DE PORTUGAL (3ª prova de 6)

CLASSIFICAÇÃO FINAL (provisória)

1º Daniel Berdomás / David Rivero, 1h16m16,4s

2º Carlos Fernandes / Valter Cardoso, a 4,1s

3º Josep Bassas / Manel Muñoz, a 35,3s – Vencedor da Junior Cup

4º Ruairi Bell / Darren Garrod, a 54,1s

5º Georg Linnamae / Korsia Volodomyr, 1m05,4s

6º Ricardo Sousa / Luis Marques, 1m30,0s

7º Sergí Francoli / María Salvo, a 2m22,7s

8º Daniel Nunes / Rui Raimundo, a 2m55,6s

9º Santiago Garcia / Nestor Casal, a 3m07,5s

10º Hugo Lopes / Nuno Ribeiro, a 8m06,1s

11º Nabila Tejpar / Max Freeman, a 9m24,5s – Vencedora da Ladies Cup

12º Paulo Moreira / Marco Macedo, a 10m41,2s

Desistiram: José Luís Pélaez / Rodolfo del Barrio (na sequência de acidente no Shakedown); Pedro Antunes / Alexandre Rodrigues (erro numa ligação); José María Reyes / Diego Sanjuan (travões).

Notas: todos em Peugeot 208 R2

 

 

INFORMAÇÕES:

– Informações adicionais em http://www.peugeotrallycupiberica.com/

– Siga-nos no Facebook, em https://www.facebook.com/peugeotrallycupiberica/

 

FOTOS (para imprensa, livres de direitos editoriais):

– Imagens da PEUGEOT RALLY CUP IBERICA 2019 em https://aifa.smugmug.com/Motorsport/Peugeot-Rally-Cup

– Imagens do Vodafone Rally de Portugal, 3ª prova da presente temporada  em https://aifa.smugmug.com/Motorsport/Peugeot-Rally-Cup/Vodafone-Rallye-de-Portugal-2019/
 

CONTACTOS:

PEUGEOT PORTUGAL – Jorge Magalhães: jorge.magalhaes@mpsa.com | + 351 96 986 16 80

SPORTS & YOU – José Pedro Fontes: jpfontes@sportsandyou.pt | + 351 91 762 55 88

GOOD NEWS – Tito Morão: tmorao@goodnews.pt | + 351 91 840 00 01

José Pinheiro: jpinheiro@goodnews.pt | + 351 91 565 32 73

15 Peugeot 208 R2 na primeira ronda ‘mundialista’ da época

Terceira prova da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019, o Vodafone Rally de Portugal tem um lugar muito especial no coração dos jovens Leões, por se tratar de uma ronda do Mundial de Ralis, a primeira de 2019 da copa ibérica, que poderá dar-lhes uma visibilidade adicional às suas competências ao volante.

São 15 as duplas inscritas nesta edição da prova portuguesa do WRC, que apostam na tradicional robustez e fiabilidade dos Peugeot 208 R2 que lhes servem de cavalo de batalha, para enfrentar  as sinuosas e algo demolidoras Especiais em terra da região de Arganil, que compõem, em estreia, a 1ª Etapa deste rali e a estrutura desta jornada da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA. Os jovens talentos irão bater-se ao longo de um extenso dia que ligará a Universidade de Coimbra à Exponor, em Matosinhos.

Estão em maioria os candidatos da Junior Cup (menos de 26 anos de idade), com dois terços do plantel, que volta a contar com a habitual representante britânica na Ladies Cup.

Coimbra servirá de palco para o arranque do Vodafone Rally de Portugal, 3ª prova da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019. Serão 15 as duplas, em representação de 4 países – Portugal e Espanha (com 6 equipas cada), Reino Unido (2) e Estónia (1) – que, a partir dali, irão atravessar uma única etapa de contornos muito exigentes e novos face ao que habitualmente defrontam nesta copa de ralis que se corre, desde 2018, na Península Ibérica.

Depois do Cerimonial de Partida, agendado para a tarde de quinta-feira (30 maio), frente à Porta Férrea da Universidade de Coimbra, os 15 representantes da Peugeot inscritos na copa irão fazer-se à estrada, competindo entre si em 7 exigentes classificativas em terra, desenhadas na icónica região de Arganil – que se estreia no mapa da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA – e que prometem muita animação na luta pelas melhores posições.

Presentes estão Daniel Berdomás/David Rivero, atuais líderes da copa, ambos com 39,08 pontos (Pilotos e Navegadores, respetivamente), Daniel Nunes, o 2º classificado nos Pilotos (37,38 pontos), que volta a contar com Rui Raimundo ao seu lado, depois de, em Espanha, ter tido outro co-piloto, e Josep Bassas (29,67 pontos), com Axel Coronado como novo navegador. De regresso, após ausência no Sierra Morena, está Pedro Antunes (29,62 pontos), estreando Alexandre Rodrigues a ditar-lhe as notas. O espanhol José María Reyes remata o atual top-5 de Pilotos, somando 26,42 pontos, e será navegado por Diego Sanjuan.

Dadas as reduzidas diferenças pontuais entre os cinco primeiros classificados (foram os únicos a acumular, à data, mais de 26 pontos) e tendo em conta que uma vitória vale 25 pontos, um 2º lugar 20 e um 3º 17, antecipa-se que, no final do rali, este ranking vá sofrer alterações de monta, influenciadas também pelas restantes pontuações para o top-10 e o extra de 5 pontos a dividir pelas duplas que registarem os melhores tempos nos 7 troços do rali.

Do lado português, a lista de presenças da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA no Vodafone Rally de Portugal completa-se com Hugo Lopes/Nuno Ribeiro, Ricardo Sousa/Luis Marques, Carlos Fernandes/Valter Cardoso e Paulo Moreira/Marco Macedo, aqui com o estatuto de rookies. Do outro lado da fronteira chegam Sérgi Francoli/María Salvo, José Luís Pélaez/Rodolfo del Barrio, e Santiago Garcia/Néstor Casal, mais os britânicos Ruiari Bell/Darren Garrod e Nabila Tejpar/Max Freeman e, finalmente, o jovem representante estónio Georg Linnamae e o seu navegador ucraniano Volodymyr Korsia.

Na classificação das Equipas, a Inside lidera (41 pontos), inscrevendo nesta prova nada menos do q duas duplas. Segue-se o TRS Rally Team (39 pontos), que no Vodafone Rally de Portugal terá a responsabilidade por dar assistência ao Peugeot 208 R2 do atual líder da copa e a GC Motorsport (35 pontos), aqui com dois carros inscritos. Estão, neste momento, classificadas 11 equipas.

LISTA DE INSCRITOS DA PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA
VODAFONE RALLY DE PORTUGAL 2019 (1ª Etapa)

Coimbra/Matosinhos, 30 e 31 de Maio de 2019

Piloto

País

Copa

Copiloto

País

Equipa

80

Daniel Berdomás

ESP

David Rivero

ESP

TRS Rally Team

81

Daniel Nunes

POR

Rui Raimundo

ESP

Inside

82

Josep Bassas

ESP

Junior

Axel Coronado

ESP

GCMotorsport

83

Pedro Antunes

POR

Junior

Alexandre Rodrigues

POR

The Racing Factory

84

José Mª Reyes

ESP

Junior

Diego Sanjuán

ESP

SMC

85

Sergi Francolí

ESP

Junior

María Salvo

ESP

Mavisa

86

Georg Linnamäe

EST

Junior

Volodymyr Korsia

UCR

ALM Motorsport

87

Hugo Lopes

POR

Junior

Nuno Mota Ribeiro

POR

AMSport

88

Carlos Fernandes

POR

Valter Cardoso

POR

Inside

90

Ricardo Sousa

POR

Junior

Luis Marques

POR

Prolama

91

Nabila Tejpar

GBR

Junior

Ladies

Max Freeman

GBR

PT racing

92

Ruairi Bell

GBR

Junior

Darren Garrod

GBR

PT racing

93

Paulo Moreira

POR

Marco Macedo

POR

Ares Racing

94

Santiago García

ESP

Junior

Néstor Casal

ESP

Ares Racing

95

José Luis Peláez

ESP

Rodolfo del Barrio

ESP

GCMotorsport

ESTREIA DA COPA EM ARGANIL NUMA ETAPA DE 95 KM CRONOMETRADOS

Depois dos troços desenhados em Fafe (Portugal) e em Córdoba (Espanha), a PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA regressa à estrada pela porta grande, sob a égide do Vodafone Rally de Portugal.

Saindo de Coimbra na manhã de sexta-feira (31 de maio), as 15 duplas da Peugeot inscritas irão colocar as suas capacidades à prova num percurso total de 529,94 km, que terminará em Matosinhos.

Contando com a reconhecida fiabilidade e robustez dos 208 R2 – recorde-se que na anterior jornada, em Córdoba, chegaram ao final do rali todos os que se apresentaram à partida – as duplas lusas, espanholas, britânicas e a estónio-ucraniana da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA têm pela frente uma dupla passagem pelos tradicionalmente duros troços da região centro – Lousã (12,35 km), Góis (18,78 km) e Arganil (14,62 km) – num saudoso regresso da nossa prova máxima a esta icónica região, num dia que terminará na mais suave e espetacular Super Especial de Lousada (3,36 km), rematando 7 classificativas que somam 94,50 km cronometrados.

Essa resistência de pilotos e máquinas é, nesta prova, ainda mais significativa pelo facto desta etapa única não ter qualquer Parque de Assistência intermédio, apenas havendo uma denominada Zona Técnica, entre as duas rondas, no Reagrupamento de Arganil, em que os ‘Leões’ apenas podem contar com a ajuda de um mecânico e utilizar, única e exclusivamente, as ferramentas que levarem a bordo dos seus 208 R2. Será um fator que marcará a diferença entre os mais experientes em reparações mecânicas, na eventualidade de serem necessárias intervenções de recurso que os permitam manter-se em prova.

Antevê-se, assim, nesta 3ª jornada do ano, um novo e exigente desafio para os protagonistas desta fórmula promocional, num cenário inédito para esta copa monomarca, onde os “Leões” irão rugir fortemente, frente a uma vasta e fervorosa moldura humana que ali é esperada.

Uma vez chegados ao Controlo Final, colocado no Parque de Assistência da Exponor, conhecer-se-ão os nomes dos vencedores do Vodafone Rally de Portugal, em termos de PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA.

PROGRAMA DO VODAFONE RALLY DE PORTUGAL

PARA A PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019

Nota: As horas são indicativas, para o primeiro carro a sair para a estrada

Quinta-feira, 30 de maio

19h00 Cerimónia de Partida – Porta Férrea, Coimbra

19h10 Parque Fechado

Sexta-feira, 31 de maio

08h30 Partida Dia 1 (Coimbra) – 1ª Secção

08h35/08h50 Zona de pneus & combustível (Coimbra)

09h48 SS1 Lousã 1 (12,35 km)

10h32 SS2 Góis 1 (18,78 km)

11h20 SS3 Arganil 1 (14,62 km)

11h48/12h33 Reagrupamento e Zona Técnica (Arganil)

12h33/12h48 Zona de pneus & combustível (Arganil)

13h48 Partida da 2ª Secção

13h51 SS4 Lousã 2 (12,35 km)

14h35 SS5 Góis 2 (18,78 km)

15h23 SS6 Arganil 2 (14,62 km)

Zona de Combustível (Lousada)

18h23 Partida da 3ª Secção

19h03 SSS7 Lousada (3,36 km)

20h00/20h10 Zona Técnica (Exponor)

20h10 Flexi-Service A (Exponor)

24h00 Parque Fechado e Final do Rali para a PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA

Nota: Devido à continuidade do Vodafone Rally de Portugal, a Entrega de Prémios desta prova far-se-á no rali seguinte (Terras d’Aboboreira, a 6 e 7 setembro). As equipas/pilotos poderão continuar em prova, para os restantes 2 dias (sábado e domingo) de rali, não influindo o resultado final que venham a obter nas classificações da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019.

A PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA é uma organização da Peugeot Portugal e Peugeot Espanha, com o patrocínio da Huawei, Vodafone, Pirelli e Total e o apoio logístico da Sports & You.

INFORMAÇÕES E FOTOS:

– Informações adicionais em http://www.peugeotrallycupiberica.com/

– Siga-nos no Facebook, em https://www.facebook.com/peugeotrallycupiberica/

– Imagens da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA para imprensa (livres de direitos editoriais) em https://aifa.smugmug.com/Motorsport/Peugeot-Rally-Cup

CONTACTOS:

PEUGEOT PORTUGAL – Jorge Magalhães: jorge.magalhaes@mpsa.com | + 351 96 986 16 80

SPORTS & YOU – José Pedro Fontes: jpfontes@sportsandyou.pt | + 351 91 762 55 88

GOOD NEWS – Tito Morão: tmorao@goodnews.pt | + 351 91 840 00 01

José Pinheiro: jpinheiro@goodnews.pt | + 351 91 565 32 73

Campeão e Vice-Campeão de 2018 demonstram as valências do 208 R2 em Lousada

Campeão e Vice-Campeão de 2018

demonstram as valências do 208 R2 em Lousada

 

Em vésperas da realização do Vodafone Rally de Portugal, 3ª prova da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019, Roberto Blach e Diogo Gago, respetivamente Campeão e Vice-Campeão em 2018 desta iniciativa inédita de ralis, da responsabilidade da Peugeot Portugal e da Peugeot Espanha, fazem hoje uma demonstração das capacidades do Peugeot 208 R2, viatura de ralis por excelência e que serve de base a esta Rally Cup.

A ação decorre no Circuito de Lousada, palco onde se irá encerrar a 1ª Etapa da prova portuguesa do WRC, dia em que os pilotos inscritos na PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA irão competir entre si, dando sequência às anteriores 2 provas do calendário já corridas este ano, de um total de 6 eventos.

Em 2019, a PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA reforça a promessa de promoção da modalidade dos Ralis e o seu contributo para o surgimento de novos valores nas provas de estrada realizadas nas diferentes classificativas que compõem alguns dos mais renomados ralis de Portugal e Espanha.

O Circuito de Lousada é hoje palco de uma ação da marca Peugeot, responsável pela PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA, iniciativa de âmbito ibérico criada em 2018 para dinamizar os ralis em ambos os países, permitindo que jovens (e também menos jovens) pilotos possam evoluir na sua escada de aprendizagem na modalidade, integrados numa estrutura financeiramente acessível e com um elevado grau de competitividade.

Será aqui que Roberto Blach, piloto espanhol que no ano passado conquistou o título de Campeão desta copa inédita, e também Diogo Gago, o português que mais lhe fez frente, alcançando o lugar de Vice-Campeão, irão demonstrar o potencial do Peugeot 208 R2, máquina que é, de novo, o fiel companheiro das equipas que disputam esta Temporada 2 da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA.

Realizadas ao longo de todo o dia de hoje, estas sessões de co-drive realizam-se no traçado de rallycross que, no próximo Vodafone Rally de Portugal, servirá de palco à SuperEspecial de Lousada (ES 7), classificativa que encerrará o dia 1 da prova pontuável para o Mundial de Ralis (WRC) e, em simultâneo, também o percurso que serve de base à 3ª prova da copa em 2019.

A PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA é uma organização da Peugeot Portugal e Peugeot Espanha, contando com o patrocínio da Huawei, Vodafone, Pirelli e Total e o apoio logístico da Sports & You.

INFORMAÇÕES E FOTOS:

– Informações adicionais em http://www.peugeotrallycupiberica.com/

– Siga-nos no Facebook, em https://www.facebook.com/peugeotrallycupiberica/

– Imagens da PEUGEOT RALLY CUP IBERICA 2018 para imprensa (livres de direitos editoriais) em https://aifa.smugmug.com/Motorsport/Peugeot-Rally-Cup

  

CONTACTOS:

PEUGEOT PORTUGAL – Jorge Magalhães: jorge.magalhaes@mpsa.com | + 351 96 986 16 80

SPORTS & YOU – José Pedro Fontes: jpfontes@sportsandyou.pt | + 351 91 762 55 88

GOOD NEWS – Tito Morão: tmorao@goodnews.pt | + 351 91 840 00 01

Terra minhota e asfalto andaluz como palcos das lutas nos 2 primeiros ralis da temporada

Terra minhota e asfalto andaluz como palcos das lutas nos 2 primeiros ralis da temporada

 

A PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019 iniciou-se com as expectáveis batalhas entre as duplas portuguesas e espanholas inscritas na iniciativa, grupo onde também britânicos e eslavos pretendem demonstrar as suas valências em terrenos ibéricos. Os primeiros louros do ano foram atribuídos nos icónicos troços de terra do Rallye Serras de Fafe, onde Pedro Antunes e Paulo Lopes impuseram a sua lei, para depois, no exigente asfalto do Rallye Sierra Morena, serem Daniel Berdomás e David Rivero a mostrar porque são candidatos aos títulos de 2019. Em vésperas da próxima prova, o mundialista Vodafone Rally de Portugal, o equilíbrio entre os Peugeot 208 R2 é a nota dominante.

 

Está na estrada a Temporada 2 da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA, iniciativa de âmbito ibérico para a dinamização dos ralis na Península Ibérica, um conceito da Peugeot Portugal e da Peugeot Espanha, que a Sports & You coloca no terreno. Com um calendário de 6 provas3 em cada país e equitativamente divididas por pisos de asfalto e de terra, incluindo 2 incursões no mundo do WRC – o Peugeot 208 R2 é, de novo, o fiel companheiro das equipas que disseram “Presente!” a esta 2ª edição, todas com o objetivo de suceder a Roberto Blach e José Murado como Campeões.

Os primeiros passos nesse sentido foram já dados nos dois primeiros ralis do ano, o Rallye Serras de Fafe, corrido nos icónicos pisos de terra do Minho, e cerca de um mês depois, o Rallye Sierra Morena, este baseado nos exigentes troços em asfalto da região da Andaluzia, em Espanha, numa temporada que já deixa enormes promessas.

PEDRO ANTUNES E PAULO LOPES QUASE FAZEM O PLENO EM FAFE

A época começou no Rallye Serras de Fafe, pontuável para o Campeonato de Portugal de Ralis, onde Pedro Antunes e Paulo Lopes se mostraram intocáveis, registando o melhor tempo em 12 dos 13 troços do rali, assumindo-se, assim, como a primeira dupla de referência da presente temporada desta copa ibérica de ralis, marcando, de forma vincada, a sua pretensão a um título que lhe fugiu em 2018.

Daniel Nunes / Rui Raimundo foram aqui os seus maiores adversários, tudo tendo feito para se aproximarem da liderança, sem nunca deixar de exercer a pressão com vista a uma eventual subida ao topo do pódio. Terminariam no 2º lugar, à frente dos espanhóis Alberto Monarri / Borja Rosada, eles que alcançariam o 3º lugar nos derradeiros troços, depois de recuperado tempo aos conterrâneos José Maria Reyes / Diego Sanjuan, que haviam ocupado essa posição ao longo do segundo dia do rali. A diferença final registada entre eles foi de um mero décimo de segundo. Os também espanhóis Daniel Berdomas / David Roberto fecharam o top-5 final.

Equilíbrio foi a palavra-chave ao longo do pelotão da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA, entre as 23 equipas presentes neste rali em terra que, apesar da sua relativa dureza e das armadilhas do percurso, viu 18 Peugeot 208 R2 atingirem o final, comprovando a robustez e competitividade deste produto da área de Competição Cliente da Peugeot Sport.

01 – Rallye Serras de Fafe – Portugal (Terra)

– Nº de Especiais: 13 (inclui 1 Super Especial) | Distância cronometrada: 124,44 km

– Vencedores: Pedro Antunes / Paulo Lopes (The Racing Factory)

– 2º lugar: Daniel Nunes / Rui Raimundo (Inside)

– 3º lugar: Alberto Monarri / Borja Rosada (RaceSeven)

– Vencedor da Junior Cup: Pedro Antunes

– Vencedor da Ladies Cup: Nabila Tejpar

– Melhores Tempos em Especiais: Pedro Antunes (12) | Daniel Nunes (1)

– Participantes: 23 | Chegaram ao Final: 18 | Abandonaram:

DANIEL BERDOMÁS E DAVID RIVERO, OS MAIS FORTES NA ANDALUZIA

Seguiu-se o Rallye Sierra Morena, primeira prova do Campeonato de Espanha de Ralis de Asfalto, corrido na região espanhola da Andaluzia, um feudo onde as duplas espanholas nunca deixaram brilhar as formações invasoras, compostas por portugueses, britânicos e uma formação estónio/ucraniana. A melhor delas foi Daniel Berdomás / David Rivero, depois de terem conseguido ultrapassar os seus compatriotas Josep Bassas / Manel Muñoz, roubando-lhes o 1º lugar que fora seu durante grande parte do rali.

O melhor português nos exigentes troços de asfalto desta 2ª prova da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019 foi Daniel Nunes, piloto que, neste rali, foi navegado por Fernando de Almeida, dupla que assegurou um sólido 3º lugar. Atrás de si ficaram Sérgio Francoli / Maria Salvo e José Maria Reyes / Diego Sanjuan, separados por meros 1,3 segundos.

Atingiram o pódio final todos os 18 Peugeot 208 R2 que iniciaram este rali, num atestado às capacidades dos condutores, grande parte deles Júnior (menos de 26 anos), à robustez e fiabilidade do modelo que serve de base a esta iniciativa e à elevada preparação das respetivas equipas técnicas e de mecânicos.

02 – Rallye Sierra Morena – Espanha (Asfalto)

– Nº de Especiais: 12 (inclui 2 Super Especiais) | Distância cronometrada: 189,26 km

– Vencedores: Daniel Berdomás / David Rivero (TRS Rally Team)

– 2º lugar: Josep Bassas / Manel Muñoz (GC Motorsport)

– 3º lugar: Daniel Nunes / Rui Raimundo (Inside)

– Vencedor da Junior Cup: Josep Bassas

– Vencedor da Ladies Cup: Nabila Tejpar

– Melhores Tempos em Especiais: Daniel Berdomás (5) | Josep Bassas (4)
José Mª Reyes (1) | Ricardo Sousa / Luis Marques (1); Nota: 1 Especial anulada

– Participantes: 18 | Chegaram ao Final: 18 | Abandonaram: –

BERDOMÁS/RIVERO E INSIDE LIDERAM RANKINGS

Somadas as pontuações destes 2 primeiros ralis da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019 e em vésperas da realização do Vodafone Rally de Portugal, prova do WRC de que esta copa ibérica irá utilizar a sua 1ª Etapa, as Tabelas de Pontuações apresentam Daniel Berdomás como líder nos Pilotos, o seu co-piloto David Rivero no 1º lugar dos Navegadores e a formação da Inside como a melhor entre as Equipas.

No capítulo dos Pilotos, a vantagem de Daniel Berdomás (39,08 pontos) sobre Daniel Nunes (37,38) é mínima, sendo de apenas 1,7 pontos, mas bem mais apertada está a diferença pontual de quem lhes segue. Josep Bassas (29,67) e Pedro Antunes (29,62) estão em situação de quase igualdade pontual, demonstrando que as pontuações extra, decorrentes dos melhores tempos registados nas classificativas dos 6 ralis do calendário, poderão ter um peso significativo nas contas finais da copa. O top-5 fecha-se com José María Reyes (26,42), de um ranking que conta com 24 pilotos classificados.

Mais alargada – pouco menos de 10 pontos – é a vantagem de David Rivero (39,08 pontos) entre os Navegadores, fruto da ausência em Córdoba de alguns co-pilotos que haviam estado em Fafe. Paulo Lopes (29,62) é, por essa razão, o atual 2º classificado, seguindo-se Diego Sanjuan (26,42), Manuel Muñoz (21,67) e Rui Raimundo (20,38), numa lista que se compõe de 28 nomes.

Finalmente, o ranking das Equipas apresenta a Inside (41 pontos) como líder provisória neste capítulo, sendo seguida da TRS Rally Team (39) e da GC Motorsport (35). Estão classificadas 11 equipas.

Nota: Classificações de Pilotos, Navegadores e Equipas da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019 em detalhe em anexo.

A PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA é uma iniciativa organizada pela Peugeot Portugal e pela Peugeot Espanha, com as parcerias da Huawei, Vodafone, Pirelli e Total e a gestão logística a cargo da Sports & You, que é também Distribuidor oficial da Peugeot Citroën Racing Shop para Portugal e Espanha

 

INFORMAÇÕES E FOTOS:

– Informações adicionais em http://www.peugeotrallycupiberica.com/

– Siga-nos no Facebook, em https://www.facebook.com/peugeotrallycupiberica/

– Imagens da PEUGEOT RALLY CUP IBERICA 2019 para imprensa (livres de direitos editoriais) em https://aifa.smugmug.com/Motorsport/Peugeot-Rally-Cup

 

 

CONTACTOS:

PEUGEOT PORTUGAL – Jorge Magalhães: jorge.magalhaes@mpsa.com | + 351 96 986 16 80

SPORTS & YOU – José Pedro Fontes: jpfontes@sportsandyou.pt | + 351 91 762 55 88

GOOD NEWS – Tito Morão: tmorao@goodnews.pt | + 351 91 840 00 01

José Pinheiro: jpinheiro@goodnews.pt | + 351 91 565 32 73

peugeot, rally, cup, iberica, 208, bassas, espanha, spain, portugal, gago, Huawei, sports&you, copa, 208 R2, rali, ralis, competition, drivers, motorsports, fontes, peugeotrallycupiberica

O PEUGEOT 208 R2 EM DETALHE

O PEUGEOT 208 R2 EM DETALHE

Tal como aconteceu na temporada anterior, o Peugeot 208 R2 é, de novo, a máquina de competição da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019, modelo que tem demonstrado as suas valências nos vários campeonatos e troféus em que participa, traduzindo-se numa das mais competitivas viaturas da categoria “R2”.

Criação com assinatura Peugeot Sport e utilizado em diferentes troféus de ralis, o 208 R2 recorre, entre outras soluções, a um motor de 1.598 cc, debitando uma potência máxima de 185 cv às 7800 rpm, associado a uma caixa sequencial de 5 velocidades de comando mecânico e travões de disco ventilados.

PEUGEOT 208 R2 – CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS

MOTOR

Tipo EP6C (pistons, bielas, árvore de cames específica),

4 cilindros, a gasolina, montagem transversal, aspirado

Cilindrada 1.598 cc

Diâmetro x curso 77 x 85,8 mm

Potência máxima 185 CV a 7.800 rpm

Binário máximo 190 Nm a 6.300 rpm

Potência específica: 116 cv/l

Alimentação Injeção eletrónica multiponto

Magneti Marelli indireta

Distribuição: DOHC 16 válvulas Valvetronic VVT,

4 válvulas por cilindro, por corrente;

variação contínua da válvula

de entrada e de escape;

arrefecido a água

CAIXA DE VELOCIDADES

Tipo Sequencial de 5 relações, comando mecânico

Diferencial Autoblocante

Travões Monodisco, cerâmico/metálico (Ø 184 mm) de comando hidráulico

Tração Dianteira

TRAVÕES

À frente Discos ventilados (asfalto Ø 310 x 30; terra Ø 285 x 26 mm)

com pinças de 4 pistons

Atrás Discos (Ø 290 x 8 mm) com pinças de 2 pistons

Travão de mão Comando hidráulico

Servofreio Hidráulico

DIREÇÃO

Tipo Pinhão e cremalheira, com assistência hidráulica

SUSPENSÂO

Dianteira Pseudo McPherson, triângulos específicos com junções uniball

específicas; barra estabilizadora específica intercambiável

(3 definições de amortecimento)

Traseira Estrutura reforçada em H, modificada para acomodar uma barra

estabilizadora específica intercambiável (3 set-ups)

intercambiável (3 definições)

Amortecedores Específicos Öhlins de 3 vias, com suporte hidráulico regulável,

(à frente e atrás)

QUADRO

Estrutura Monocoque em aço reforçado com roll-cage com soldadura

multiponto ao chassis (norma FIA); carroçaria específica em aço

Peso mínimo (FIA) 1.030 kg em vazio, 1.190 kg com tripulação e equipamento

Repartição de peso 64% à frente / 36% atrás

DIMENSÕES

Comprimento/largura 3.962 mm / 1.739 mm

Distância entre eixos 2.538 mm

Vias 1.475 mm (dianteira) / 1.470 mm (traseira)

RODAS

Jantes Asfalto 6,5 x 16; Terra 6 x 15

Pneus Pirelli (Asfalto: 195/50 R16; Terra: 185/70 R15).

LÍQUIDOS

Depósito combustível 60 litros (gasolina 98 octanas, sem chumbo)

Lubrificantes: Óleo Motor: Total Quartz Ineo First 0w30

Óleo Caixa de Velocidades: Total H50168B

Fluído de Direcção Assistida: Total Fluide LDS

INFORMAÇÕES E FOTOS:

– Informações adicionais em http://www.peugeotrallycupiberica.com/

– Siga-nos no Facebook, em https://www.facebook.com/peugeotrallycupiberica/

– Imagens da PEUGEOT RALLY CUP IBERICA 2018 para imprensa (livres de direitos editoriais) em https://aifa.smugmug.com/Motorsport/Peugeot-Rally-Cup

CONTACTOS:

PEUGEOT PORTUGAL – Jorge Magalhães: jorge.magalhaes@mpsa.com | + 351 96 986 16 80

SPORTS & YOU – José Pedro Fontes: jpfontes@sportsandyou.pt | + 351 91 762 55 88

GOOD NEWS – Tito Morão: tmorao@goodnews.pt | + 351 91 840 00 01

José Pinheiro: jpinheiro@goodnews.pt | + 351 91 565 32 73

Quatro novos ralis no calendário numa edição repleta de novidades

PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019

Quatro novos ralis no calendário

numa edição repleta de novidades

São muitas as novidades da temporada 2 da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA, troféu de ralis da responsabilidade da Peugeot Portugal e da Peugeot Espanha e que, em 2018, se traduziu num sucesso absoluto na modalidade rainha do desporto automóvel.

Assente no competitivo Peugeot 208 R2, a PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA volta, este ano, a contar com 6 jornadas, divididas por Portugal e Espanha, num calendário que inclui as primeiras etapas das suas provas do WRC – Vodafone Rally de Portugal e Rally RACC Catalunya – Costa Daurada/Rally de España – sendo novas todas as restantes provas, com 2 jornadas em Portugal e outras 2 em Espanha, num perfeito equilíbrio entre pisos de terra e de asfalto.

Comprovada fórmula de sucesso, a PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA tem como objetivo proporcionar a jovens pilotos uma base que lhes permita construir as suas carreiras, elevando-os a potenciais títulos de campeões de ralis. O troféu volta a contar, em 2019, com umatrativo pacote de prémios, na ordem dos 120.000 Euros, a distribuir prova a prova, a que se soma um grande Prémio Final, reservado para o futuro Campeão.

Contando, no terreno, com a logística da Sports & You, a organização da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA espera uma adesão significativa de equipas, não só de Portugal e Espanha, duas das seis nações que estiveram representadas na edição de 2018, como de concorrentes de outros países.

“À semelhança da temporada inaugural, voltamos a ter 6 provas – 3 em Portugal e 3 em Espanha. A estrutura mantém as etapas de abertura do Vodafone Rally de Portugal, este ano corrida na região de Arganil, e do Rally RACC Catalunya – Costa Daurada/Rally de España, as jornadas do WRC de cada país,” explica José Pedro Fontes, o responsável pela organização da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA. “No capítulo das novidades, o destaque vai para a estreia de 4 novos palcos onde as equipas irão discutir os melhores tempos e lutar pelas vitórias, aos comandos dos endiabrados Peugeot 208 R2: Serras de Fafe e Terras D’Aboboreira, em Portugal, e Sierra Morena e Comunidad de Madrid, em Espanha, registando-se um equilíbrio entre asfalto e terra, com 3 provas em cada tipo de piso,” acrescentou.

 

CALENDÁRIO DA PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019

22 a 24 fevereiro

Rallye Serras de Fafe *

12 a 14 abril

Rallye Sierra Morena *

30 maio a 2 junho

Vodafone Rally de Portugal

7 a 8 setembro

Rali Terras D’Aboboreira

24 a 27 outubro

Rallye RACC Catalunya/Rally de España

23 e 24 novembro

Rally Comunidad de Madrid

* já disputados (ver informações complementar em anexo)

EM LUTA POR UM ALICIANTE PACOTE DE PRÉMIOS

Organizada pela Peugeot Portugal e pela Peugeot Espanha, com as parcerias da Huawei, Vodafone, Pirelli e da Total e a gestão logística a cargo da Sports & You, que é também Distribuidor oficial da Peugeot Citroën Racing Shop para Portugal e Espanha, a PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA conta, em 2019, com um significativo pacote de prémios, na ordem dos 120.000 Euros.

“À semelhança do que sucedeu em 2018, os prémios por prova estendem-se ao longo do top-10”, acrescenta José Pedro Fontes. “Voltamos a distinguir em cada rali da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA o piloto Júnior melhor classificado [nascido em ou após o dia 1 de janeiro de 1993], com um prémio de 1.000 Euros, sendo este cumulativo ao montante obtido à geral em cada prova”.

Quanto ao grande Prémio Final a que todos os pilotos e seus navegadores apontam baterias, “os vencedores poderão participar numa prova do Campeonato de Portugal de Ralis ou do Campeonato de Espanha de Ralis de Asfalto de 2020, com um carro da Classe ‘R5’ do Groupe PSA”, refere aquele responsável.

PACOTE DE PRÉMIOS DA PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019

PILOTOS

Class.

Montante*

Class.

Montante*

5.000 €

1.000 €

4.000 €

800 €

3.000 €

650 €

2.000 €

550 €

1.500 €

10º

500 €

1º Junior

1.000 €

Prémio Final

Um “R5” para um rali na Península Ibérica em 2020

*  50% do valor em Voucher de Peças Peugeot

Outra novidade foi a criação de um Prémio Final para Equipas, composto por um voucher no valor de 12.000 €, para ser usado na compra de um carro do Departamento de Competição Cliente do Groupe PSA (nota: válido para Equipas oficialmente inscritas na PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019).

PEUGEOT 208 R2 COM ASSINATURA PEUGEOT SPORT

Quanto à base de trabalho a utilizar no assalto ao título da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019, não há alterações a registar, mantendo-se os candidatos ao título aos comandos dos competitivos Peugeot 208 R2, modelo dotado dos mais recentes desenvolvimentos dos ateliers da Competição Cliente da Peugeot Sport.

“Permitindo às equipas lutar pelos diferentes títulos – Absoluto, Junior Cup e Ladies Cup – e pelos prémios envolvidos, o Peugeot 208 R2 é uma das mais competitivas máquinas da categoria ‘R2’. Recorre a um motor de 1.598 cc, com uma potência máxima de 185 cv às 7800 rpm, associado a uma caixa sequencial de 5 velocidades de comando mecânico e travões de disco ventilados,” detalha Fontes.

MAIS DE DUAS DEZENAS DE INSCRITOS NA PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019

Disputadas que estão as dias primeiras provas do presente ano, são mais de 20 as duplas classificadas na PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019 entre equipas portuguesas, espanholas, inglesas e uma outra composta por um piloto estónio e um navegador ucraniano.

“Em vésperas do Vodafone Rali de Portugal, mantêm-se abertas as inscrições para a presente temporada da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA, segundo o Regulamento Desportivo, entretanto publicado, quer na nossa página de Internet, quer na da FPAK”, refere Fontes.

Num Regulamento Desportivo que não sofreu alterações de fundo nas bases que, em 2018, permitiram um enorme sucesso a esta inédita copa de ralis ibérica, destaca-se em 2019 a criação de dois rankings distintos para Pilotos e Navegadores, bem como de uma Copa de Equipas, permitindo que estas somem, em cada um dos 6 ralis, as pontuações das suas duas duplas melhor classificadas e oficialmente indicadas para o efeito.

São estes os alicerces da segunda temporada da PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA, na qual se pretende encontrar os sucessores de Roberto Blach/Jose Murado, dupla da Galicia que se sagrou Campeã em 2018, batendo os portugueses Diogo Gago/Miguel Ramalho (Vice-Campeões) e Pedro Antunes/Paulo Lopes (3ºs classificados), entre as mais de três dezenas de equipas participantes, oriundas de 6 países.

Este ano reforça-se, assim, a promessa de promoção da modalidade e de contribuir para o surgimento de novos valores nas provas de estrada realizadas nas diferentes classificativas que compõem alguns dos mais renomados ralis de Portugal e Espanha.

Os interessados poderão fazer o download da informação sobre a PEUGEOT RALLY CUP IBÉRICA 2019 em www.peugeotrallycupiberica.com/documents/ (Regulamentos Desportivo e Técnico) ou em www.fpak.pt. As informações podem também ser obtidas junto da Sports & You, pelo telefone + 351 22 416 01 61 ou pelo email peugeotrallycupiberica@sportsandyou.pt.

INFORMAÇÕES E FOTOS:

– Informações adicionais em http://www.peugeotrallycupiberica.com/

– Siga-nos no Facebook, em https://www.facebook.com/peugeotrallycupiberica/

– Imagens da PEUGEOT RALLY CUP IBERICA para imprensa (livres de direitos editoriais) em https://aifa.smugmug.com/Motorsport/Peugeot-Rally-Cup

CONTACTOS:

PEUGEOT PORTUGAL – Jorge Magalhães: jorge.magalhaes@mpsa.com | + 351 96 986 16 80

SPORTS & YOU – José Pedro Fontes: jpfontes@sportsandyou.pt | + 351 91 762 55 88

GOOD NEWS – Tito Morão: tmorao@goodnews.pt | + 351 91 840 00 01

José Pinheiro: jpinheiro@goodnews.pt | + 351 91 565 32 73